Prédio da Escola Saldanha Marinho no esquecimento do Poder Público

O projeto de transformar a  escola em museu não saiu do papel
O projeto de transformar a escola em museu não saiu do papel

O prédio da Escola Estadual Saldanha Marinho está praticamente em total abandono, tal a situação em que se encontra há dois anos. Em 2012 a escola fechou as portas para o ensino, que já não tinha o turno da noite, e entrou num processo de transição para se tornar um museu sob a responsabilidade da Secretaria de Estado da Cultura. Nesse prédio funcionou a primeira Faculdade Livre de Manaus.

Acontece que em março do ano passado o BLOGdaFLORESTA entrevistou o secretário de Cultura Robério Braga para saber como estava a situação sobre quem iria administrar o espaço físico. Braga disse à época que esperava apenas um ofício da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), para tornar a escola o primeiro Museu da Educação de Manaus nos mesmo moldes do que fora a primeira Faculdade.

Ainda no segundo semestre do ano de 2012 a Escola Saldanha Marinho abriu as protas no turno da noite para o Centro de Estudo para Jovem e Adulto (CEJA), que funcionou até o segundo semestre deste ano (2013). Atualmente o prédio está todo pichado e tomado por matos no terreno em sua volta e no altos nasceu uma árvore, que os moradores da área batizaram de “Jardim Suspenso da Saldanha Marinho”.

Os moradores rebatizaram o local como "Jardim Suspenso da Saldanha Marinho" por conta do abandono
Os moradores rebatizaram o local como “Jardim Suspenso da Saldanha Marinho” por conta do abandono

Ontem consultamos os dois secretários envolvidos com o assunto. A assessoria de Braga informou pelo celular que a SEC não tinha mais motivos para continuar com o projeto do museu. Por e-mail a assessoria do secretário Rossieli da Silva mandou a seguinte nota:

“A assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informa que no prédio onde funcionou a extinta escola estadual Saldanha Marinho, passará a funcionar a partir de 2014, o NAAH/S – Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação. Informa-se também que o setor de engenharia da Seduc já iniciou o processo de reforma, onde será trocado todo o assoalho, a parte elétrica e a pintura do prédio, além da criação de acessibilidade”.///Texto e Fotos: Jersey Nazareno

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here