PP e PR têm reunião tensa, difícil e longa na casa de Amazonino

“Muito tensa, difícil e longa”: assim foi classificada a reunião que aconteceu na casa de Amazonino Mendes, na manhã de hoje para aparar as arestas entre PP e PR. O partido da família Garcia estava sendo isolado pelas demais agremiações do arca de aliança que apoia o Governador, porque tem nomes “bons de voto”. Como reação, os progressistas estavam decididos a abandonar Alfredo Nascimento para declarar apoio a Vanessa Grazziotin, que hoje é a maior adversária do ex-Ministro.

Com a presença dos caciques dos partidos, o acordo reuniu PR, PP, SD e PL em uma coligação, que deve eleger 5 deputados, mais um na sobra. Um dos participantes informou que o próprio Negão falou que os eleitos serão de Belão, Dermílson Chagas, Mayara Pinheiro, Álvaro Campelo, Wanderley Dallas e Cabo Maciel. De acordo com a fonte, os comentários foram também de que Sabá Reis não deve conseguir a reeleição, porque tem comandado a oposição ferrenha contra Amazonino na Assembléia Legislativo, fazendo denúncias contra a Administração e propondo uma CPI. Outro fato é que Sabá perdeu todas as pessoas que trabalhavam nos portos para seu companheiro de partido, Maciel.

Esta composição deixou animados outros candidatos com menor potencial de votos, já que ficou firmado no encontro que 3 nomes desta coligação assumirão secretarias, permitindo que 3 suplentes assumam uma cadeira na Aleam.

Reportagem: Mercedes Guzmán

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here