Por transmissão inédita, municípios amazonenses recebem curso de elaboração de projetos esportivos

Segundo Janaína Chagas, este curso é apenas o pontapé inicial de grandes oportunidades que serão levadas para os municípios do Amazonas - Foto: Tácio Melo/Sejel
Segundo Janaína Chagas, este curso é apenas o pontapé inicial de grandes oportunidades que serão levadas para os municípios do Amazonas – Foto: Tácio Melo/Sejel

Em torno de 19 municípios receberam, nesta sexta-feira (09/03), das 17h às 18h, por meio de uma transmissão inédita, a segunda edição da Oficina de Elaboração de Projetos Esportivos. Realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), a iniciativa contou com o apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), que viabilizou a transmissão do curso pelo Centro de Mídias, localizado no bairro Japiim, zona sul de Manaus. Dentre os municípios que receberam o curso estavam Humaitá, Autazes, Boca do Acre, Barcelos, Benjamin Constant, Boa Vista do Ramos, Iranduba, Coari e Careiro da Várzea. 

De acordo com a secretária da Sejel, Janaina Chagas, a parceria com a Seduc, por meio do Centro de Mídias é muito importante, pois assim é possível alcançar cada um dos 61 municípios. “O interior será olhado sempre com muito carinho e repassar informações por meio deste curso é apenas o pontapé inicial de grandes oportunidades que serão levadas para os municípios do Amazonas. Dessa forma, cada vez mais pessoas poderão fazer a diferença na vida de crianças, jovens e famílias do Interior por meio do esporte e da educação”, afirmou Janaina Chagas. 

O assessor de projetos da Sejel, Francimar Rodrigues, graduando em Direito pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e com experiência em elaboração de projetos de políticas públicas pela Prefeitura Municipal de Manaus, na área de Juventude, explicou a importância de se elaborar projetos consistentes e de acordo com as normas previstas em lei, para que a solicitação possa ser, conforme for, atendida. “Há uma grande dificuldade técnica de desenvolvimento de projetos, não só em Manaus, mas como em todo o Estado. Com este curso, podemos dar subsídios teóricos para que as pessoas possam desenvolver projetos de forma mais completa, de forma que avaliemos sem muitos sobressaltos, pois a maioria dos projetos, hoje, não passa da primeira fase de avaliação, exatamente por não cumprirem os pré-requisitos necessários”, explicou Rodrigues. 

Capacitação – Thiago Bonates, bacharel em Administração, com experiência em elaboração de projetos e captação de recursos, gestão de convênios e prestação de contas no Portal de Convênios Federais, falou sobre a importância deste curso e ensinou como proceder com o chamamento público. “Esse primeiro curso é fundamental para dar possibilidade de entidades, associações, entre outros, escreverem bons projetos e, consequentemente, ter autonomia para captar recursos dentro de seu Estado e fora dele, de modo a conseguir atingir seus objetivos. Ter independência e autossuficiência realmente”, disse.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here