População carcerária no Brasil cresce média de 6% ao ano

A Corte Interamericana de Direitos Humanos, órgão máximo do sistema de direitos humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA), convocou o Brasil para dar explicações sobre violações no sistema prisional no país. Na audiência, foi questionado o que o Estado Brasileiro tem feito para reduzir a população carcerária, que, segundo organizações de direitos humanos, tem um crescimento anual de 6%, o que equivale a 40 mil novos presos por ano.

O Brasil foi denunciado na Corte por entidades de direitos humanos e pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) sobre a situação de pessoas presas no Complexo Penitenciário de Curado, em Pernambuco; no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão; no Instituto Penal Plácido de Sá Carvalho, no Rio de Janeiro e na Unidade de Internação Socioeducativa (UNIS), no Espírito Santo, que estão listadas em Medidas Provisionais da Corte, para cumprimento de melhorias no atendimento nestas unidades.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here