Polícia Civil de Apuí prende vereador por prática de ato sexual com meninas adolescentes

O vereador Jadson Martins foi preso ao prestar depoimento na delegacia de Apuí
O vereador Jadson Martins  foi preso ao prestar depoimento na delegacia de Apuí
O vereador Jadson Martins foi preso ao prestar depoimento na delegacia de Apuí

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da 71ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do município de Apuí, distante 453 km de Manaus em linha reta, efetuou a prisão do vereador Jadson Martins de Oliveira, preso na tarde de hoje (20). Ele foi chamado à unidade policial para prestar esclarecimentos sobre as acusações da prática de ato sexual com duas meninas adolescentes, registrado em vídeo gravado por ele mesmo. O vereador foi preso em cumprimento ao mandado de prisão expedido ontem (19) pelo juiz Carlos Jardim, da Comarca de Apuí.

Jadson Martins deverá permanecer preso na carceragem da Delegacia Interativa onde ficará à disposição da Justiça. Ele já havia sido afastado da Câmara Municipal de Apuí na última segunda-feira (17), quando foi aberta uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigá-lo.

O vereador foi atuado no crime de previsto no Artigo 240, do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), que configura pena para quem produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente.

As investigações sobre o caso tiveram início após a divulgação de vídeos em que Jadson aparecia supostamente gravando cenas de sexo explícito com duas adolescentes do na cidade de Apuí, no início deste mês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here