PF cumpre mandados de prisão contra suspeitos de fraudar fundos de pensão

Os mandados de prisão são contra suspeitos de fraudar os fundos de pensão Postalis e Serpros
Os mandados de prisão são contra suspeitos de fraudar os fundos de pensão Postalis e Serpros

A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal, deflagrou nesta quinta-feira (12) a Operação Rizoma, que investiga crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e corrupção, relacionados a investimentos que teriam gerado prejuízos aos fundos de pensão Postalis e Serpros.

Cento e quarenta policiais federais cumprem 10 mandados de prisão preventiva e 21 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, em São Paulo e no Distrito Federal.

As investigações apontam que valores oriundos dos fundos de pensão eram enviados para empresas no exterior gerenciadas por um operador financeiro brasileiro. As remessas, apesar de aparentemente regulares, referiam-se a operações comerciais e de prestação de serviços inexistentes, diz a PF em nota. Em seguida, os recursos eram pulverizados em contas de doleiros no exterior, que disponibilizavam os valores em espécie no Brasil para suposto pagamento de propina.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here