Pescadores conseguem apoio do ministro do Meio Ambiente contra decreto que acaba com seguro-defeso

A Confederação Nacional dos Pescadores (CNPA) conseguiu nesta quarta-feira (15) um importante aliado contra o decreto do Governo Federal que acaba com o seguro defeso em todo País. Após participar de reunião com o presidente da CNPA, Walzenir Falcão, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, declarou que o decreto n. 8967/16 não tem fundamento e precisa ser revogado.

Sarney Filho disse também que está à disposição dos pescadores para lutar contra a regulamentação do decreto que vai prejudicar mais de 600 mil pescadores em todas as regiões do Brasil.

O encontro entre o presidente da CNPA e o ministro do Meio Ambiente aconteceu na Câmara dos Deputados, em Brasília, e teve as presenças dos senadores Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e  João Capiberibe (PSB-AP); além dos deputados federais  Janete Capiberibe (PSB-AP) e Marcos Reategui (PSB-AP).

Walzenir Falcão explicou aos senadores, deputados e ministro quais os riscos que o decreto do Governo Federal traz para a pesca e para os trabalhadores do setor pesqueiro.

“O fim do seguro defeso prejudica não apenas os pescadores, mas também permite que a pesca predatória volte a acontecer em todo País. Estamos à beira do caos social e ambiental”, afirmou Walzenir.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here