Pedágio Ambiental 2019 tem início com distribuição de 1,8 mil mudas

(Foto: Arlisson Sicsu/Semcom)

A Prefeitura de Manaus deu início nesta quarta-feira, 20/3, ao projeto Pedágio Ambiental 2019, dentro da programação de atividades da Semana da Árvore e da Água, promovida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas). O projeto tem como finalidade ampliar o acesso da população às mudas de espécies frutíferas, ornamentais e medicinais, produzidas no Viveiro Municipal. Este ano, o projeto acontecerá em duas edições mensais, em uma determinada zona da cidade. Nesta quarta-feira, excepcionalmente, a distribuição ocorreu em três locais diferentes – na rua 27, Cidade Nova; na Praça da Matriz, no Centro, e na Ponta Negra. Foram distribuídas, no total, 1,8 mil mudas nos três pontos.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, esteve em um dos pontos e destacou a importância de garantir o acesso da população às mudas. “Colocamos em prática uma política pública de arborização urbana, que não existia na cidade de Manaus até a gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto lançar em 2016 o Programa Arboriza Manaus. O Pedágio Ambiental é uma das linhas de ação do programa e atende a orientação do prefeito Arthur Neto de arborizarmos a cidade, ampliando o acesso da população às mudas produzidas pela Prefeitura de Manaus”, afirmou o secretário Antonio Nelson.

No ano passado, a Semmas realizou a distribuição de 73.215 mudas, de janeiro a dezembro, já contando com o incremento proporcionado pelo Pedágio Ambiental, iniciado em agosto do ano passado. Na Cidade Nova, a população agradeceu bastante a ação e pediu do secretário Antonio Nelson que o projeto tenha continuidade. “A Semmas está empenhada em manter o projeto, ampliando as ações e tornando-o uma política pública da Prefeitura de Manaus”, afirmou o secretário, destacando as mudanças obtidas a partir da implementação das ações de arborização e paisagismo da gestão municipal. “De 2016 até agora, 32 mil árvores foram plantadas em toda a cidade”, afirmou Antonio Nelson.

Na Praça da Matriz, dezenas de pessoas já esperavam desde cedo pelas mudas. A estudante Emily Nascimento, 17, moradora do Bairro da Paz, considerou importante e simbólico o gesto de doar mudas em homenagem ao Dia das Florestas. “Estamos no meio da floresta amazônica e numa área arborizada da cidade, que é a Praça da Matriz, onde a gente percebe o quanto as árvores melhoram o clima”, afirmou ela. A dona de casa Maria Leny Ramos da Silva, 52, moradora da Cidade de Deus, na Zona Leste, disse já ter árvores e plantas no jardim de casa. “Vou aproveitar essa oportunidade e levar mais. Amo plantas e se pudesse levaria tudo”, brincou.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here