Parque Ponte dos Bilhares passa a contar com ciclopatrulhamento da Polícia Militar

(Foto: Arlesson Sicsu/Semmas)

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), em parceria com a Polícia Militar, dá um passo importante na melhoria das condições de segurança para quem frequenta o Parque Municipal Ponte dos Bilhares. Desde a última sexta-feira, o logradouro passou a contar com equipe de policiais militares ciclistas que percorrem toda a extensão da primeira e segunda etapas do parque.

O sistema de patrulhamento em bicicletas, iniciado pela Polícia Militar em 2017, é desenvolvido com êxito na orla do Complexo Turístico da Ponta Negra e no Centro Histórico de Manaus. Além do parque, passará a funcionar também no Passeio do Mindu e Vila Olímpica.

Nesta segunda-feira, 11/3, o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, recebe no parque a visita do comandante da Ciclopatrulha, capitão PM Roberto Vieira. Juntos, farão o reconhecimento da unidade com a finalidade de estabelecer as prioridades no atendimento às demandas de segurança na área. “Essa é uma parceria que vínhamos buscando com afinco, por orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto, no sentido de assegurar aos frequentadores do Parque Ponte dos Bilhares a necessária sensação de segurança, para a permanência tranquila tanto da população que frequenta quanto de quem trabalha no parque”, afirmou o secretário Antonio Nelson Júnior. Segundo ele,  a próxima etapa será a da revitalização das estruturas.

O Ponte dos Bilhares é o parque urbano municipal mais visitado da cidade, com uma média de 2,3 mil pessoas circulando nele durante os finais de semana. De acordo com o capitão PM Roberto Vieira, o policiamento será feito em dias e horários alternados, a partir das demandas de segurança identificadas. “Temos um trabalho efetivo desde 2017 e atuamos todos os dias no Centro e na Ponta Negra, com um efetivo de 34 policiais prontos, nos serviços de ciclopatrulha e supervisão”, afirmou o capitão Roberto Vieira, ressaltando que a  Ciclopatrulha vem conseguindo reduzir as ocorrências de tráfico de drogas, consumo de entorpecentes, furtos e roubos onde vem sendo implantada.

O Oficial destacou, ainda, outras vantagens do ciclopatrulhamento. “Desde a rapidez e surpresa na hora das abordagens, ao fator salutar para o PM, como também o fato de se caracterizar como uma política pública de aproximação entre a sociedade e a Polícia Militar, além do marketing ambiental positivo pois é um transporte que usa a propulsão humana para funcionar, não polui o ambiente e tem um custo baixo de manutenção”, explicou o capitão PM. Todos os policiais passaram por um treinamento para atuar com a bicicleta, passando por instruções de abordagens após embarque e desembarque, técnicas de proteção pessoal e patrulhamento em áreas de risco, instrumentos de menor potencial ofensivo, polícia comunitária e policiamento turístico, dentre outras.

A novidade foi bem recebida por quem frequenta o Parque Ponte dos Bilhares. O fotógrafo Antonio Iacovazzo, que reside no Conjunto Vista Bela, costuma ir ao Bilhares com o filho e ficou surpreso ao encontrar com os policiais miliares ciclistas. “Segurança é sempre muito bem-vinda e saber que agora contamos com a Ciclopatrulha, além da segurança da Guarda Municipal é muito positivo porque este é um local muito frequentado”, comemorou.

Os integrantes do movimento Pedala Manaus, que utilizam o Parque Ponte dos Bilhares como base e ponto de referência para as pedaladas, consideraram a iniciativa  super positiva.  “Através das bicicletas o policiamento tem a possibilidade de realizar deslocamentos mais ágeis dentro do parque onde o uso de motos é mais restrito, além de uma maior interação com a comunidade, facilitando a troca de informações, fortalecendo a confiança e parceria com a comunidade no combate ao crime e suas causas”, avaliou o coordenador do Pedala Manaus,  Paulo Aguiar.

De acordo com Paulo, o policial em bicicletas possui uma mobilidade que cobre em média uma área de patrulhamento de dez policiais a pé. “Sendo assim, uma excelente opção  no que diz respeito a ostensividade, tanto a facilidade na identificação por estar mais visível ao cidadão e a possibilidade na locomoção rápida, o que torna a ciclopatrulha uma equipe tão eficiente quanto as que utilizam viaturas ou motos”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here