Cidades

Parceria entre UNICEF e Águas de Manaus beneficia famílias vulneráveis com kits de higiene

FOTO: Divulgação

A Águas de Manaus e o UNICEF estão unindo forças, mais uma vez, para diminuir os impactos da pandemia de Covid-19 entre os mais necessitados. A concessionária dos serviços de água e esgoto da capital e o Fundo das Nações Unidas para a Infância estão distribuindo gratuitamente kits de higiene para a população vulnerável. Os kits são compostos por sabonetes, sabão em pedra, água sanitária, detergente líquido, álcool em gel, absorventes e máscaras de tecido, itens que auxiliam na prevenção e no combate ao coronavírus.

Alguns locais já receberam doações neste fim de semana, como o Parque das Tribos, na zona Oeste da cidade e a comunidade ribeirinha de Xiborena, na região metropolitana da capital. Ao longo dos próximos dias, a parceria entre Águas de Manaus e UNICEF deve entregar kits de higiene para aproximadamente 6 mil pessoas, moradoras de 20 comunidades vulneráveis da cidade.

Entre os beneficiados, estão indígenas, ribeirinhos, quilombolas e famílias venezuelanas. A Prefeitura de Manaus também receberá kits para auxiliar os programas de suporte a população vulnerável do poder público. Junto com os itens de higiene, também serão entregues folhetos da Turma da Mônica, com orientações às famílias sobre como se prevenir da Covid-19 e cuidar das crianças e dos adolescentes. Colaboradores voluntários da concessionária vão atuar na distribuição.

Primeira indígena do Amazonas a ser vacinada contra a Covid-19, a técnica de enfermagem do povo Witoto, Vanda Ortega, moradora do Parque das Tribos, coordenou a entrega dos kits na comunidade. Por meio de trabalho voluntário desde o início da pandemia, Vanda conseguiu chamar a atenção para as dificuldades enfrentadas pelas cerca de 700 famílias que moram no Parque. Ela celebrou a doação realizada pelo UNICEF e a concessionária. “Essas ações são fundamentais e eu agradeço a parceria. Esse tipo de doação vem ajudando nossas comunidades a atravessar os momentos mais difíceis da pandemia. Muitas famílias daqui não tem condições de comprar um sabão, água sanitária ou álcool em gel para reforçar a higiene e tentar amenizar a situação. Os kits de higiene e as cestas básicas que chegam até a comunidade minimizam os desafios da pandemia e contribuem para que todos se cuidem”, disse Vanda.

Vale destacar que, no começo do mês, o Parque das Tribos passou a receber água tratada 24h por dia, por meio de uma iniciativa da Águas de Manaus. A concessionária construiu um sistema completo de abastecimento de água para a localidade, que envolve um poço profundo de captação (CPAS), 7,8 mil metros de redes de água. A água tratada é mais um aliado no combate ao coronavírus para os moradores do Parque.

Parceria reeditada – O esforço conjunto entre UNICEF e Águas de Manaus tem como objetivos contribuir para a prevenção e o controle da Covid-19 e mitigar os impactos na vida dos que mais precisam. O diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada, destaca que a empresa fez uma série de parcerias desde o início da pandemia na cidade, sempre com um olhar social que vai além da prestação de um serviço. “Entendemos que a água tem um papel fundamental na batalha que o país e o mundo travam contra a doença. E a Águas de Manaus tem feito o que está ao nosso alcance para que a população mais vulnerável tenha acesso à água tratada e possa se manter em condições de enfrentar a doença. A cidade encarou um novo pico de Covid-19 no começo do ano e só trabalhando em conjunto com parceiros como o UNICEF, poder público e lideranças comunitárias, vamos conseguir vencer essa batalha”, disse.

A chefe do escritório do UNICEF em Manaus, Debora Nandja destaca que a instituição vem atuando em várias frentes contra a pandemia na capital amazonense desde março do ano passado. “O trabalho do UNICEF neste momento visa contribuir para mitigação dos efeitos mais graves da pandemia, ou seja, em parceria com o setor privado e organizações não governamentais, fazer chegar a quem mais precisa itens de higiene e informações sobre cuidados para prevenção contra a Covid-19. Mas não só isso, também estamos trabalhando sem parar junto aos governos para que as políticas essenciais, como pré-natal, vacinação e outros não sejam interrompidas”, afirma.

Universalização – A Águas de Manaus e o UNICEF lembram que ter acesso a itens críticos de higiene e limpeza é um direito de cada criança, adolescente e família diante da epidemia da Covid-19. Além dos problemas trazidos pela pandemia, o Brasil já enfrenta sérios desafios relacionados a acesso a água, higiene e saneamento. Em todo o País, 100 milhões de pessoas não têm acesso à coleta e ao tratamento de esgoto e 35 milhões não possuem água tratada.

A falta desse acesso é pior entre famílias de baixa renda e para os cerca de 13 milhões de pessoas que vivem nas periferias urbanas e favelas. Desde que passou a atuar na cidade, a Águas de Manaus desenvolveu um olhar para esta parcela da população. Por meio do programa “Vem com a Gente”, a empresa já implantou mais de 80 quilômetros de redes de água em áreas de vulnerabilidade que não contavam com abastecimento regular, como becos e palafitas, beneficiando cerca de 70 mil famílias. Além disso, a empresa cadastra os moradores destas regiões na tarifa social, benefício que garante 50% de desconto nas faturas.

*Com informações da assessoria

Deixe um comentário