Parceria entre Prefeitura e Polícia Militar vai atender sete mil alunos com o Proerd

Fotos: Érica Marinho
Fotos: Érica Marinho

Até o fim de primeiro semestre de 2018 mais de sete mil alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, de 84 escolas da rede municipal de ensino, farão parte das ações do Programa Educacional de Resistencia às Drogas (Proerd), desenvolvido em parceria entre a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), e a Polícia Militar do Amazonas (PM-AM). O lançamento da nova fase do programa aconteceu na última sexta-feira, 23/03, no auditório da Semed e contou com a presença dos gestores das escolas que serão beneficiadas.

O programa, que busca estreitar os laços entre Policia Militar, escola e famílias dos alunos, tem o objetivo de evitar que crianças e adolescentes iniciem o uso de entorpecentes, trabalhando temas como drogas e violência na sociedade e questões como autoconhecimento, autocontrole  e tomada de decisão responsável.

O subsecretário de Infraestrutura e Logística da Semed, Thiago Balbi, que estava representando a secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, destacou que a expectativa é de que o número de alunos atendidos pelo programa aumente gradativamente  e que a iniciativa se mostra uma forma eficaz no combate às drogas, como orienta o prefeito Artur Virgílio Neto.

“Serão atendido inicialmente cerca de sete mil alunos, mas esperamos que este número aumente e o projeto se desenvolva com mais intensidade na rede,  porque entendemos a importância do programa, já que teremos mais crianças longe das drogas, cidadãos íntegros e sem problemas com a Justiça”, salientou.

O programa é desenvolvido com apoio da Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (Gacpe) da Semed. A Gerente do setor, Dircélia Ortiz, salientou que o Proerd é uma das frentes de trabalho no enfretamento e combate à violência. “O Programa vem somar com todas as ações que a secretaria desenvolve especificamente na prevenção à violência escolar, com atividades lúdicas, rodas de conversas”, salientou.

Segundo o Tenente-coronel e coordenador estadual  do Proerd, Audiney Oliveira Pinto, os alunos receberão materiais de apoio para acompanhar as aulas e serão trabalhados diversos temas. “Nas aulas as crianças e adolescentes aprendem o conceito de drogas; aprendem como  resistir a isso, a quem usa drogas, influências negativas, além de tratamos sobre a violência escolar, o  bullying, entre outras temáticas”, disse.

As ações do programa são divididas em dez aulas por turma, durante três meses. Ao final do curso, os alunos que concluem a formação recebem um certificado de participação.  Umas das escolas que será atendida neste primeiro semestre é a Escola Municipal Gelcy Sena Abrantes, no bairro da Redenção. Só na unidade 140 alunos receberão formações e para o gestor da unidade, Silas Santana, o Proerd vem ao encontro da realidade social da área em que a unidade está situada.

“Como a escola fica em uma área vulnerável à criminalidade, este programa é essencial para evitar que nossos alunos delinquam e possam se tornar cidadãos corretos”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here