Overeem vence Augusto Sakai por nocaute na luta principal do UFC em Las Vegas

Com o resultado em Las Vegas, Overeem chegou ao 47º triunfo no MMA profissional em 66 lutas disputadas, e conquistou a quarta vitória em seus últimos cinco combates. ─ Imagem: Divulgação

Alistair Overeem usou a experiência para vencer Augusto Sakai por nocaute técnico no quinto round da luta principal do UFC em Las Vegas, na noite deste sábado. O veterano holandês cansou o brasileiro para nocauteá-lo no final do combate e triunfar.

Com o resultado em Las Vegas, Overeem chegou ao 47º triunfo no MMA profissional em 66 lutas disputadas, e conquistou a quarta vitória em seus últimos cinco combates. Sakai, por sua vez, sofre seu primeiro revés no UFC após vencer seus quatro primeiros desafios na organização.

Atual sexto colocado no ranking dos pesos-pesados, o holandês de 40 anos começou atrás do brasileiro na trocação. Foi encurralado e sofreu vários golpes nos primeiros rounds. No entanto, a partir do terceiro assalto, mudou a sua estratégia e passou a investir nas quedas para cansar o oponente. Deu certo e ele assegurou a vitória no quinto e último round ao desferir três cotoveladas e obrigar o árbitro a encerrar o combate e decretar o nocaute técnico.

“Tive a sensação de que eu precisaria de alguns rounds e precisei de cinco. Apliquei boas quedas e acabei com ele no chão. Eu tinha a sensação de que venceria no chão, porque ele é oriundo da trocação”, disse Overeem.

Outros três brasileiros lutaram em Las Vegas neste sábado e todos saíram do octógono vencedores. Primeira dos quatro representantes do Brasil no evento, a peso-mosca Viviane Araújo se recuperou da derrota para Jessica Eye em sua última luta e desbancou a americana Montana de la Rosa por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27 e 29-28). Ela dedicou o resultado para a avó, que morreu recentemente vítima de covid-19.

O peso meio-médio Michel Pereira deu show no octógono. O “Paraense Voador” cumpriu a promessa e, com uma apresentação dominante, finalizou o russo Zelim Imadaev com um mata-leão aos 4min39s do terceiro round.

“Eu estava muito bravo com meu oponente, porque você não dá um tapa no rosto de um homem. Eu provei que posso lutar com os melhores, que mereço estar entre os melhores e Dana White e Sean Shelby podem me ligar amanhã e estarei pronto”, assegurou Michel.

Já o peso-médio André Muniz superou o polonês Bartosz Fabinski por finalização. Ele encaixou uma chave de braço em apenas 2min42s do primeiro round e conquistou seu segundo triunfo no UFC.

Fonte: Estadão Conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here