Organização missionária expulsa integrante envolvido com pornografia infantil

MNTB_logo 01

No dia 31 de maio de 2013, a Missão Novas Tribos do Brasil (MNTB) foi surpreendida tristemente com a notícia de que o missionário Warren Scott Kennell, cidadão americano e brasileiro, fora preso ao desembarcar na cidade de Orlando, EUA, sob a acusação do crime de pornografia infantil.

Segundo o vice-presidente da MNTB, Sérgio A. Botileiro dos Santos, ao tomarem conhecimento deste fato, o mesmo foi imediatamente desligado da organização. Em função do ocorrido, a entidade também protocolou junto à Polícia Federal, no dia 07 de junho passado, ofício comunicando o fato às autoridades brasileiras, inclusive colocando-se inteiramente à disposição para quaisquer esclarecimentos e cooperação com as eventuais investigações.

Além disso, também foi informando que o ex-missionário havia deixado objetos nas dependências da organização, motivo pelo qual, a Polícia Federal foi ao Poder Judiciário e requereu a busca e apreensão, culminando com as diligências já realizadas, as quais foram direcionadas e cumpridas exclusivamente nos objetos pertencentes ao Kennell.

Warren S. Kennell trabalhou na organização durante 18 anos, atuando na maior parte deste tempo no estado do Acre. A MNTB afirma que, em todo este período, nunca houve nada que levantasse qualquer suspeita acerca de sua conduta moral e destaca que suas ações pessoais não têm nenhuma ligação com esta entidade.

O vice-presidente Sérgio ressalta ainda que a Missão Novas Tribos do Brasil vem desenvolvendo seu trabalho com integridade há 60 anos. Como fez desde o início, ela reprova terminantemente as atitudes de seu ex-integrante e reitera seu compromisso com a proteção de menores como afirmado em seu estatuto.///BLOGdaFLORESTA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here