Operação Imperium prende 60 pessoas

(Foto: Alailson Santos/PC-AM)

Deflagrada, na manhã desta sexta-feira (19), pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a terceira fase da Operação Imperium resultou na prisão de 60 pessoas e apreensão de cinco adolescentes, em Manaus. Foram cumpridos 30 mandados de prisão e de busca e apreensão em 12 bairros da capital amazonense. O secretário de Segurança Pública, coronel da Polícia Militar (PM), Louismar Bonates, informou que outras operações ainda estão em curso e disse que neste sábado os casos serão apresentados à imprensa.

Os presos são suspeitos de crimes como tráfico de drogas, homicídio, homicídio tentado, latrocínio, roubo, violência doméstica e furto. Foram 20 flagrantes, por furto, tráfico de drogas e roubo. Outros 40 foram presos em cumprimento a mandados de prisão. Do total de prisões, 24 foram pelos crimes de roubo e furto, 12 por tráfico de drogas e 11 por homicídio. As demais foram por outros crimes.

De acordo com o coronel Louismar Bonates, as prisões são resultado de denúncias da população ao 181 e das investigações da Polícia Civil. “Nós estamos devolvendo a tranquilidade à população. O trabalho da polícia tem sido intensificado de maneira integrada em todos os bairros e nós temos certeza que esse é o caminho certo. A população pode confiar na sua polícia”, afirmou.

O delegado-geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, falou da importância da população registrar boletins de ocorrência. “O trabalho de investigação é feito em conjunto com a Polícia Militar e isso gera um resultado positivo para a segurança da população”, disse.

Operações

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ayrton Norte, afirmou que as operações integradas são uma demonstração de que a Segurança do Estado trabalha diuturnamente para manter os cidadãos tranquilos.

“Durante a semana, a Polícia Militar apresentou um crescimento significativo de prisões e apreensões, além de ações estratégicas nos bairros das zonas norte e sul. Na Operação Imperium, nós retiramos de circulação criminosos envolvidos em diversos delitos que perturbam os cidadãos de bem”, afirmou.

Norte ressaltou que, entre domingo (14) e quinta-feira (18), a PM intensificou operações e prendeu 67 pessoas e apreendeu 20 armas. As prisões foram relacionadas a traficantes envolvidos nas execuções ocorridas na última semana.

Foragido do Pará

Em uma ação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) com o Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), o foragido da Justiça do Pará, Josenildo Azevedo da Costa, vulgo “Neco”, reagiu atirando contra os policiais. O homem, suspeito de integrar uma organização criminosa nacional, foi baleado e socorrido a um hospital, mas não resistiu.

“Esse individuo tinha mandados de prisão contra ele, pois era traficante e homicida, participou de uma fuga em massa no presídio do Pará, além de ter matado um agente de trânsito que o multou. Ele era investigado por ter um plano para matar uma juíza e um promotor do Pará. Nós então fizemos um trabalho de Inteligência e conseguimos identificar onde ele estava escondido”, disse o titular do DRCO, delegado Sinval Barroso.

Conforme o delegado, “Neco” respondia na Justiça pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma, homicídio e latrocínio.

Veículos

O Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Amazonas (Detran-AM), por meio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot), emitiu 68 autos de infração durante fiscalizações realizadas nos bairros Novo Israel e Viver Melhor, zona norte de Manaus. Durante a ação, 17 veículos foram removidos, sendo quatro carros e 13 motocicletas.

Mais de 350 policiais civis e militares participaram da operação, que contou com o apoio do Departamento Integrado de Operações Aéreas (Dioa). A operação continua ao longo desta sexta-feira (19).

FONTE: D24AM

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here