ONG atende famílias manauaras impactadas pela crise na saúde

Mais de 30% das famílias que vivem em Manaus sobrevivem com menos de R$500,00 por mês. Diante deste cenário, organização humanitária busca atenuar os impactos sociais e econômicos da crise na saúde.

Nos últimos meses houve um colapso no sistema de saúde em Manaus (AM) com o aumento drástico do número de casos de COVID-19 na cidade.

As consequências sociais, econômicas e psicológicas da pandemia agravaram um cenário que já era preocupante. Mais de 30% das famílias que vivem em Manaus sobrevivem com menos de R$500,00 por mês, sendo que grande parte delas possui até seis pessoas em sua composição familiar. Com a diminuição no valor do auxílio emergencial para R$300,00, as famílias têm dificuldade para comprar itens básicos de alimentação

O turismo, um dos segmentos responsáveis por movimentar a economia do Estado, teve uma queda de mais de 70% no faturamento durante a pandemia e milhares de pessoas perderam seus empregos. Diante de tal cenário, elas buscam alternativas para a geração de renda, como a venda de produtos em semáforos, se expondo ainda mais aos riscos de contaminação pela COVID-19 e a situações de exploração e violência.

Resposta à crise

Para atenuar a crise, a Aldeias Infantis SOS Brasil lançou uma campanha para apoiar mil famílias e seus filhos, entre elas, famílias manauaras, quilombolas, ribeirinhas, indígenas, refugiadas, entre outras, todas residentes em Manaus.

A ação tem foco na atenuação da crise sanitária, na promoção da segurança alimentar e na assistência psicossocial às famílias, assegurando os cuidados parentais às crianças.  Para isso, conta com doações pelo site.

Com as doações a organização irá distribuir cestas básicas, cartões alimentação, produtos de higiene e kits de prevenção contra a COVID-19 (compostos por máscaras, álcool em gel e termômetro), apoiando cada uma dessas famílias durante quatro meses. Com o colapso do sistema de saúde e o impacto da pandemia na renda familiar, milhares de pessoas precisam de ajuda para receber o mais básico para sua proteção.

Sobre a Aldeias Infantis SOS Brasil

A Aldeias Infantis SOS Brasil (SOS Children’s Villages International) é uma organização humanitária, sem fins lucrativos, não governamental e independente, que luta pelo direito das crianças, jovens e adolescentes a viverem em família. No mundo, é a maior organização de atendimento direto à criança. A Aldeias Infantis SOS Brasil advoga pelos direitos da infância e atua junto a meninos e meninas que perderam o cuidado parental ou estão em risco de perdê-lo, além de dar reposta a situações de emergência. Fundada na Áustria, em 1949, está presente em 136 países. No Brasil, atua há 53 anos e mantém mais de 70 projetos, em 31 localidades de Norte ao Sul do país. Ao trabalhar junto com famílias em risco de se separar, para que fiquem mais fortes, e fornecer cuidados alternativos para crianças e jovens que perderam o cuidado de suas famílias, a Aldeias Infantis SOS Brasil luta para que nenhuma criança tenha que crescer sozinha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here