Omar Aziz anuncia entrega de 25 mil casas para famílias de baixa renda até o fim de sua gestão

Vamos continuar realizando o sonho da casa própria para muita gente que precisa de moradia digna, disse Omar
Vamos continuar realizando o sonho da casa própria para muita gente que precisa de moradia digna, disse Omar

O governador Omar Aziz disse que desde o início de sua administração já foram entregues quase 8 mil moradias para famílias de baixa renda, beneficiando mais de 30 mil pessoas, e que até o fim de sua gestão irá entregar 25 mil casas, contemplando mais de 90 mil pessoas. O anúncio foi feito durante a entrega dos 512 apartamentos do Conjunto Viver Melhor II, realizada na noite desta sexta-feira, 13 de setembro.

“A grande obra do meu governo é dar qualidade de vida para as pessoas, melhorando a qualidade da segurança, da saúde, da educação e da habitação”, afirmou Omar Aziz, após entregar a chave do apartamento da industriária Maria de Almeida Souza, que aos 48 anos realizou o sonho da casa própria dela e da família. “Quando você beneficia uma família, esta é uma grande obra”, ressaltou o governador. “Eu queria poder dar casas para todos os que precisam, mas, como isso não é possível, eu tenho certeza de que estou fazendo um bem às pessoas que estão sendo beneficiadas hoje”, concluiu.

Eu queria poder dar casas para todos os que precisam, declarou o governador ao lado do vice José Melo
Eu queria poder dar casas para todos os que precisam, declarou o governador ao lado do vice José Melo

O Conjunto Viver Melhor II está localizado entre as zonas leste e norte da cidade, próximo à Feira do Produtor, e possui 512 apartamentos de 33 m², com sala, cozinha, dois quartos, banheiro e área de serviço. O conjunto foi construído pela empresa Direcional Engenharia com recursos dos Governos Federal e Estadual. Foram investidos cerca R$ 22 milhões na obra, sendo R$ 4,4 milhões a contrapartida do Governo do Amazonas. As famílias beneficiadas foram selecionadas no banco de dados da Superintendência Estadual de Habitação (Suhab), com as primeiras entregas de apartamento tendo sido iniciadas em 28 de agosto passado.

Além dos 512 apartamentos do Conjunto Viver Melhor II, outras 6.800 unidades estão sendo finalizadas com previsão para serem entregues até o final do ano. “Costumo dizer que duas coisas essenciais para um pai e uma mãe são dar uma boa educação aos filhos e um lar digno para a família. Vamos continuar realizando o sonho da casa própria para muita gente que precisa de moradia digna”, disse o governador.

A industriária Maria de Almeida Souza foi uma das contempladas com uma moradia no Viver Melhor 2
A industriária Maria de Almeida Souza foi uma das contempladas com uma moradia no Viver Melhor 2

Os próximos conjuntos residenciais a serem entregues pelo Governo do Estado são o Viver Melhor III, com 512 apartamentos, o Conjunto Pró-Moradia, com 928 apartamentos, e a 2ª etapa do Residencial Viver Melhor. Este último está sendo construído em parceria com o Governo Federal, por meio do programa Minha Casa Minha Vida, com 5.384 unidades entre casas e apartamentos.

Com a primeira etapa constituída de 3.511 unidades, entregues ano passado, o Residencial Viver Melhor é o maior conjunto habitacional do Minha Casa Minha Vida no Brasil, totalizando quase 9 mil apartamentos e casas. Também estão sendo finalizados três novos pavilhões do Lar dos Hansenianos, na Colônia Antônio Aleixo, totalizando 24 unidades.

Nova vida – Para as famílias beneficiadas no conjunto Viver Melhor II, a casa própria significa o início de uma nova vida. O motorista Renato Lima diz que, pelo alto custo dos empreendimentos imobiliários em Manaus, a renda dele não permitia financiar um apartamento. Por isso, ele dividia com dois filhos e a esposa, que acaba de dar à luz ao terceiro filho do casal, um cômodo cedido na casa da mãe dele.

“Fico feliz de ter uma oportunidade, um canto bem maior. Antes, eu tinha um cantinho na casa da minha mãe que mal cabia eu, meus dois filhos e minha mulher. Agora temos uma oportunidade de ter um espaço maior para a nossa família”, comemora Renato, que se mudou no final de agosto para o apartamento novo.

Renato, assim como os outros beneficiados, vai pagar uma prestação de R$ 276 pelo imóvel financiado via Caixa Econômica Federal para pessoas com renda até R$ 2.500. “A gente fica muito feliz porque sabe que não é fácil conseguir comprar casa. A gente, que é assalariado, não dá para pagar um dinheiro grande”, afirma a auxiliar administrativa Dhyennes Cruz, outra moradora do conjunto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here