Cultura

‘Obesidade infantil e o impacto na vida adulta’ é tema de livro que será lançado neste sábado

O evento acontecerá às 10h da manhã na página da Editora Valer no Facebook.

Neste sábado (10), será realizada a live de lançamento do livro “Obesidade infantil e o impacto na vida adulto” da autora e especialista em Pediatria Clínica, Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde, a médica Cláudia Miranda Martins de Menezes Batista. O evento acontecerá às 10h da manhã na página da Editora Valer no Facebook.

Cláudia Miranda explica que o conceito da live de lançamento do seu novo livro, “Gorduras na Infância – Saúde ou Complicações na Vida Adulta?” contará com a participação do médico especialista em Cínica Médica, Endocrinologia e Metabologia, Victor Hugo Vieira Barroso, e da médica especialista em Medicina de Família e Comunidade, Antropologia da Saúde e Mestre em Saúde da Família, Naila Mirian Las Casas Feichas.

“A live surgiu como opção para divulgar o livro em tempos de pandemia. Um mecanismo para contribuir com as pessoas já que estamos confinados e comendo o tempo todo. Desta forma, é preciso encontrar um meio termo entre sobreviver sem adoecer”, explicou a especialista.

Crianças com obesidade infantil têm a saúde altamente comprometida e correm sério risco de desenvolver doenças ainda mais sérias. Se o seu filho não come bem e está com sobrepeso, o ideal é procurar ajuda o quanto antes.

A obesidade infantil ganhou o status de epidemia, em decorrência do aumento do número de crianças obesas em todo o mundo. Hoje ela é considerada um grave problema de saúde pública, sendo caracterizada por um excesso de gordura corporal em crianças de até 12 anos, sendo considerado sobrepeso quando o peso da criança está, no mínimo, 15% acima do peso de referência para a sua idade. O diagnóstico também pode realizado através do IMC (índice de massa muscular).

A obesidade é uma doença preocupante entre os adultos, quando se fala em crianças, a situação é ainda mais grave. Isto porque a saúde começa a sofrer com os problemas causados pelo sobrepeso enquanto a criança deveria estar em pleno desenvolvimento físico.

Complicações até a vida adulta

A infância é uma fase delicada da vida. Os acontecimentos desse período influenciam o resto do desenvolvimento físico e mental. Os quilos extras podem causar complicações para as crianças até a sua vida adulta, mesmo que a obesidade seja revertida nesse tempo. Doenças como diabetes, hipertensão e colesterol alto são algumas consequências da obesidade infantil não tratada. Além disso, é uma doença que leva também à baixa autoestima e à depressão.

A médica Cláudia é também autora dos livros: Noções de Biossegurança em saúde (Editora Valer, 2010), Noções de Biossegurança em Saúde 2ª edição revisada e ampliada (Editora Valer, 2015), Fala sobre o lançamento do seu novo livro (Gorduras na Infância – Saúde ou Complicações na Vida Adulta?).

‘O livro, que é o meu terceiro pela Editora Valer, resulta do meu gosto pela escrita e porque acredito que o conhecimento é uma ferramenta importante para que as pessoas façam boas escolhas’.

O livro surgiu de uma pesquisa feita na própria unidade de saúde com crianças entre 6 – 11 anos. E o resultado foi que crianças com baixo peso são as que apresentam as maiores taxas de gorduras altas no sangue. Essa situação é chamada dislipidemia. É um processo silencioso que vai “entupindo” casos de sangue desde a infância. E pode levar a situações como obesidade, diabetes, hipertensão e até mesmo ao câncer, então a pediatria é a grande chance para rastrear está alteração, intervir de forma precoce, e evitar complicações e óbitos prematuros. Explica a doutora.

Deixe um comentário