O verdadeiro motivo pelo qual Artur decidiu retirar camelôs

sonegacao-fiscal

Memória curta: O BLOGdaFLORESTA vai revelar duas décadas depois porque Artur Neto decidiu retirar os camelôs do centro comercial de Manaus. O motivo foi uma mega-sonegação fiscal que um grupo importador praticava usando os vendedores ambulantes. A sonegação era tão gigantesca que a empresa importadora tinha várias lojas no centro comercial e mais de 30 outras pelos bairros da cidade. À época falava-se que o ex-ditador do Panamá, origem das mercadorias comercializadas em Manaus, general Manuel Noriega, seria sócio do importador amazonense. A retirada dos camelôs assumiu contornos de violência pela ação dura do coronel Bonates, que comandou a operação de retirada. E após a saída dos camelôs do centro comercial, simplesmente o grupo importador começou a fechar loja atrás da outra até simplesmente desaparecer. Seu dono morreu há quatro anos de forma melancólica em meio a um acidente de trânsito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here