O circo vai às ruas

A artista participa de vários projetos sociais que atendem crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade ─ Foto: Divulgação

Teffy Rojas, nome artístico da malabarista Estefhani Rojas, teve formação profissional na Escola Circo Nacional da Venezuela ao longo do ano de 2012. Depois que terminou o curso, integrou, até o final de 2016, a equipe da Fundação Circo Nacional da Venezuela. E é essa experiência acumulada nesse período que a artista demonstra nas praças, ruas, semáforos e em eventos particulares.

“Eu participei de diversos processos formação e criação de espetáculos de circo clássico, de lona, mas também de circo contemporâneo”, explica Teffy, que está vivendo em Manaus desde 2017.

No seu histórico profissional, Teffy possui experiência em lecionar, pois fez parte a equipe de professores do programa de circo social “Semillero Circense” (em português, “Semeador Circense”), cujo objetivo era atender crianças e adolescentes das comunidades carentes de Caracas, capital da Venezuela.

A artista participa de vários projetos sociais que atendem crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade ─ Foto: Divulgação

Em Manaus, Teffy se integrou à comunidade artística circense, participando de projetos e grupos culturais, como o Roda na Praça, Cacompanhia, Coletivo Trupebacia, Espaço Cultural Caminho das Artes.

Trabalho social em Manaus – Assim como aconteceu no seu país de origem, Teffy Rojas também se engajou em atividades sociais no Brasil. “No Espaço Cultural Caminho das Artes, é desenvolvido o programa de circo social chamado ‘Circores’, que atende crianças e adolescentes em situação vulnerável”, comenta.

Outro trabalho social no qual Teffy participou foi o projeto “Sinaleiras”, que atendeu crianças e adolescentes que estavam em extrema situação de vulnerabilidade da Colônia Antônio Aleixo. Nesse projeto, foram oferecidas diversas oficinas.

“Atualmente, eu trabalho em projetos independentes, como o Coletivo Trupebacia, grupo criado para pesquisa criativa de conteúdo circense. E também estou preparando a montagem do solo ‘Interlúdios Andantes’, que fala um pouco sobre as vivências do viajante ou imigrante. Durante todo o meu período de permanência em Manaus, tenho realizado várias oficinas com grandes mestres da cena cultural do circo, teatro e dança”, ressalta a artista.

Teffy Rojas e Ana Oliveira participam como entrevistadas do programa desta quinta-feira do “Quem é você na fila do pão?”, apresentado por Filó, a Básica ─ Foto: Divulgação

Teffy Rojas na fila do pão – A malabarista será entrevistada nesta quinta-feira (24/12) no programa “Quem é você na fila do pão?”, apresentado pela personagem Filó, a Básica, interpretada pelo ator e diretor Paulo Queiroz. O programa é exibido no Instagram (@quemevoce.nafiladopao), Facebook (Quem é você na fila do pão?) e YouTube (Quem é você na fila do pão?). Teffy Rojas participa como entrevistada na categoria Circo.

O programa de entrevista integra o projeto cultural “Quem é você na fila do Pão? – Edição Norte-Sul/Leste-Oeste”, concebido por Paulo Queiroz. A iniciativa foi contemplada na Lei Aldir Blanc, no edital do Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2020, na categoria Teatro, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) da Prefeitura de Manaus.

Madrinha artística – No projeto “Quem é você na fila do Pão? – Edição Norte-Sul/Leste-Oeste”, Teffy Rojas é afilhada da artista de rua e de circo, palhaça e produtora cultural Ana Oliveira. Ela tem formação acadêmica em Teatro, com habilitação em Interpretação e Direção, pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), e também é especialista em Gestão e Produção Cultural.

Foto: Divulgação

Em 2012, Ana Oliveira cursou Theatre Studies na Universidade de Kent, na Inglaterra, como parte do Programa Federal Ciências Sem Fronteiras. Ela já idealizou diversos projetos e festivais, dentre eles o Potência das Artes do Norte (PAN), Roda na Praça e Maloca dos Palhaços.

Equipe técnica do projeto – A equipe técnica do projeto é composta por Paulo Queiroz (direção e intérprete de Filó, a Básica), Narda Telles (produção), Denys Cauper (assistente de produção), Thiago Queiroz (assistente de produção), França Viana (assistente de produção), Alê Ferraz (design e identidade visual), Chamel Flores (cinegrafia, fotografia e edição de imagens), Eugênio Lima (maquiagem), Jonatas Sales (figurinos), Cleide Monteiro (costureira) e Guilherme Gil (assessoria de comunicação).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here