No Dia Mundial do Rim, Prefeitura faz campanha dirigida às mulheres

A Prefeitura de Manaus abre na próxima quinta-feira, 8/3, às 17h, no Teatro Amazonas, Centro, uma campanha para lembrar o Dia Mundial do Rim. Coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o evento terá como tema “Saúde da Mulher – Cuide dos seus Rins”. Na ocasião, haverá panfletagem de folders informativos e atrações culturais levando ao conhecimento dos participantes, esclarecimentos sobre doenças renais.

O encerramento da campanha será no dia 25, das 8h às 12h, na Ponta Negra, zona Oeste, onde serão ofertados serviços de aferição de pressão arterial, orientação nutricional, orientação medicamentosa para Diabetes Mellitus e Hipertensão Arterial, orientação com nefrologista e panfletagem.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, explica que o objetivo da ação é chamar a atenção para a prevenção e o tratamento adequado das doenças renais. “Nós precisamos incentivar a prevenção para evitar complicações futuras, com foco na melhoria da qualidade de vida e na redução do impacto sobre os indivíduos, famílias e sistemas de saúde em geral”, observa Magaldi.

Situação Mundial do Rim

Estimativas da Sociedade Internacional de Nefrologia (ISN) apontam que a doença renal crônica afeta aproximadamente 195 milhões de mulheres em todo o mundo. No Brasil, existem, em torno de 19 milhões de pessoas com algum grau da doença renal.

Segundo a chefe do núcleo Hipertensão e Diabetes (Hiperdia) da Semsa, Sinara Mady Flores, considerando a análise do período de 2011 a 2014, as causas principais das insuficiências renais são o diabetes (53%), a hipertensão arterial (34%) e as doenças glomerulares sem diabetes (13%) como doenças de base, por isso a importância de prevenir a instalação e retardar a progressão da Doença Renal Crônica (DRC).

“Em Manaus estima-se que 13,8% da população acima de 20 anos têm chances de desenvolver a doença renal crônica”, alerta Sinara.

Acompanhamento 

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município realizam o acompanhamento de doenças como hipertensão e diabetes, e acompanhamento e monitoramento do usuário, reforçando o tratamento dos fatores de risco para prevenir o avanço da Doença Renal Crônica e doença cardiovascular, prevenção farmacológica, com dispensa de medicações preconizadas, exames laboratoriais e vacinação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here