No Amazonas mais de 158 mil estudantes participam das provas do Sadeam

O Sadeam foi planejado para assegurar a avaliação anual dos estudantes do Amazonas
O Sadeam foi planejado para assegurar a avaliação anual dos estudantes do Amazonas
O Sadeam foi planejado para assegurar a avaliação anual dos estudantes do Amazonas

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realiza nesta semana, entre os dias 10 e 14 de novembro, as provas do Sistema de Avaliação do Desempenho Educacional do Amazonas (Sadeam). O sistema possibilita um diagnóstico do desempenho individual e coletivo dos estudantes, oferecendo subsídios para uma gestão de qualidade na educação básica. Neste ano, 158.688 alunos participarão das provas que serão aplicadas em 912 escolas, abrangendo unidades de ensino da Seduc e da Secretaria Municipal de Educação de Manaus.

De acordo com o secretário da Seduc, Rossieli Soares da Silva, ao final do processo, as informações fornecidas pelo Sadeam, servirão para subsidiar a gestão pública estadual e municipal de Manaus.  “Com o Sadeam a Secretaria avaliará como está acontecendo o processo de ensino e aprendizagem nas escolas. Assim, teremos um diagnóstico pedagógico do que os alunos assimilaram ao final de cada nível de ensino”, destacou.

Segundo o titular da Seduc, o Sadeam foi planejado para assegurar a avaliação anual dos estudantes do Amazonas. Em muitos Estados, tais avaliações só são desenvolvidas em anos ímpares pelo próprio Ministério da Educação por meio do Sistema de Avaliação Nacional da Educação Básica (Saeb).

A gerente de Avaliação e Desempenho da Seduc, Jane Bete Nunes, ressaltou que ao gerar um diagnóstico da aprendizagem os resultados da avaliação irão apontar as  habilidades não aprendidas que precisam de atenção e um plano pedagógico de intervenção. “Nós aplicamos as provas e o resultado será trabalhado em cada escola com seu planejamento pedagógico”, disse.

Segundo Jane Bete, a participação dos alunos é fundamental para garantir a melhoria da rede pública de ensino. “Eles precisam participar, pois dessa forma poderemos saber no que eles estão bem e em quais pontos eles precisam melhorar. Assim vamos garantir que a qualidade do ensino seja uma realidade”.

No ano de sua criação, em 2008, o Sadeam avaliou 23.014 alunos. A cada ano o sistema de avaliação se consolida mais. Em 2014. 158.688 participarão das avaliações.

Para assegurar o sucesso da aplicação das provas em todo o Amazonas, a Seduc capacitou os aplicadores, chefes locais, supervisores e multiplicadores responsáveis pela condução dos trabalhos em todas as 62 localidades do Estado. Durante a formação os técnicos receberam instruções metodológicas e materiais didáticos instrutivos referentes à organização e aplicação das provas.

Conteúdos – Para os alunos do 5º e 9º ano do ensino fundamental as provas do Sadeam são aplicadas com conteúdos de Língua Portuguesa e Matemática. Já para os alunos da 3ª série do Ensino Médio e EJA (Ensino Médio), as avaliações contemplam: Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens, Matemática e Redação.

Metas – Segundo o secretário da Seduc, para cada série do ensino básico e para cada modelo de instituição escolar – escola regular, escola de tempo integral e Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) – a Seduc estipula metas que quando alcançadas ou superadas no Sadeam, geram premiações por mérito. “O Prêmio Escola de Valor é um reconhecimento ao trabalho dos educadores e um incentivo para se buscar indicadores educacionais sempre crescentes”, citou Rossieli Soares da Silva.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here