Mudança de premiação nas cotas de TV fazem clubes da Série A negociarem adiantamento

Times que forem disputar o Brasileirão querem receber de forma adiantada o valor mínimo pago pela TV Globo.

A provável mudança na premiação vinda das cotas de televisão no Brasileirão deve fazer com que os clubes da Série A peçam adiantamento do pagamento de parte desta verba. Atualmente, o valor pago pela TV Globo, detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro, são quitados só em dezembro, no final do torneio.

Até 2019, 30% do valor total pago pela emissora era por posição no campeonato, em que os clubes só recebiam caso terminassem até a 16ª colocação. Com a alteração deste ano, a Globo vai passar a pagar o acréscimo por posição para todos os times. Isso quer dizer que o último colocado, por exemplo, receberia cerca de 4,5 milhões de reais. É esse valor mínimo que os dirigentes dos 20 clubes querem de maneira adiantada.

Na avaliação de alguns cartolas, receber a verba só no final do ano desequilibra o fluxo de caixa dos clubes e pode ser um dos responsáveis pelo atraso no salário dos atletas. A Globo já recebeu a sinalização e promete analisar se vai ou não aceitar o pedido dos clubes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here