MP pede construção de aeródromo e interdição de pista de pouso de Pauini

No último dia 27 de outubro, um homem foi atingido por um avião na hora do pouso - Foto: Divulgação

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), por meio da Promotoria de Justiça de Pauini, entrou com uma Ação Civil Pública (ACP), com pedido de interdição da pista de pouso do município, que fica a 935 Km de Manaus, juntamente com uma construção de um aeródromo em um prazo de 180 dias, fora da zona urbana.

A decisão foi tomada por conta dos acidentes provocados pela localização inadequada da pista de pouso e decolagem.

Duas pessoas já morreram atropeladas por aeronaves no local. Segundo o Promotor de Justiça Cláudio Facundo, o primeiro caso de morte ocorreu no dia 22 de agosto de 2012, quando a vítima, andava com uma motocicleta pela pista do aeroporto.

O segundo caso, aconteceu no dia 27 de outubro, às 18h, quando o avião Sêneca, Prefixo PT-RXQ, que estava em processo de frenagem após o pouso, atingiu um cidadão, que sofreu um traumatismo craniano e morreuno local.

Segundo o MP, a pista de pouso funciona irregularmente no centro da cidade. Conforme a ACP, caso não haja a interdição da pista de pouso, a prefeitura de Pauini deverá pagar multa de R$ 50 mil.

G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here