Motoristas da Uber fazem protestos contra apreensões de veículos em Manaus

Para chamar a atenção da Superintendência de Transportes Urbanos (SMTU), motoristas da Uber em Manaus, fizeram uma manifestação na manhã desta quinta-feira (5), em frente ao órgão, no bairro Flores, Zona Centro-Sul.

Durante o protesto, um dos representantes dos motoristas, Alexandre Matias, disse que agentes da (SMTU) estão apreendendo os veículos de transporte particular da Uber, sem que tenham sido quebradas regras de trânsito.

“Eles apreendem veículos que são propriedades particulares. Isso está errado, porque todas vezes que você entra numa propriedade particular sem autorização, tudo pode acontecer. Por enquanto, tudo está ocorrendo pacificamente”, disse.

De acordo com os manifestantes, agentes do SMTU estão parando o carro dos motoristas, apreendendo documentos, além de tomarem o veículo, o que prejudica os motoristas que prestam os serviços à população.

O motorista identificado apenas como “Sátiro” contou que, durante uma corrida, foi barrado por agentes da SMTU, teve o carro e documentos apreendidos sem justificativas, e ainda foi multado. Na descrição da multa constava que ele havia cometido uma infração no trânsito, sendo autuado em R$ 2.400. Ele alega que não cometeu nenhuma irregularidade e que apenas estava trabalhando.

O motorista da Uber Alexandre Matias, explicou que o real motivo da manifestação é para que recebam uma posição por parte da SMTU para saberem o porquê dos veículos autorizados pela Uber, estarem sendo apreendidos. “Queria saber exatamente se eles são servidores públicos ou se eles se servem do público. Não estamos sozinhos”. Ele reforçou ainda que a classe está unida e que, “por enquanto estão entregando seus veículos de forma passiva”.

Os trabalhadores da classe reforçaram que querem apenas continuar prestando o serviço para a população, mas com respaldo e atenção das autoridades locais.

(com Em Tempo)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here