Morre criança que teve dinheiro de campanha desviado pelo pai

João Miguel sofria com doença degenerativa rara ─ Imagem: Reprodução/Redes sociais

Morreu na manhã desta quinta-feira (17), em Belo Horizonte, o menino João Miguel, de 1 ano e dez meses e que lutava contra uma doença conhecida como AME (Amiotrofia Muscular Espinhal).

O caso da criança ficou conhecido depois que os pais organizaram uma vaquinha para arrecadar dinheiro para custear o tratamento do garoto. Por causa da doença degenerativa, que causa perda dos neurônios motores, João Miguel precisava tomar uma medicação cuja caixa custava R$ 375 mil.

Moradores da cidade de Conselheiro Lafaiete, a 100 km de Belo Horizonte, e até mesmo a Polícia Civil se mobilizaram para arrecadar dinheiro e promover campanhas para custear o tratamento do menino.

No entanto, o pai do garoto, Matheus Henrique Leroy Alves, de 37 anos, sacou cerca de R$ 1 milhão do dinheiro arrecadado e fugiu para a Bahia. Ele foi preso após ser encontrado pela Polícia Civil em um apart-hotel em Salvador cerca de três meses depois.

Alves foi indiciado pelos crimes de estelionato, apropriação e desvio de valores de pessoa portadora de deficiência, abandono material e falsa comunicação de crime.

fonte: r7

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here