Mirtes Salles entra com representação contra Amazonas Energia por corte ilegal de serviço

“Vou representar contra essa empresa pela falta de respeito com a população", frisou Mirtes Salles

A vice-presidente da Comissão de Defesa do Consumidor na Câmara Municipal de Manaus (Comdec/CMM), vereadora Mirtes Salles (Republicanos), vai entrar com representação contra a empresa Amazonas Energia por descumprir a determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), medida que proíbe o corte do fornecimento de energia elétrica para quem não conseguiu pagar a conta de luz, durante a pandemia do novo coronavírus, resolução 878 prorrogada até 31 de julho.

De acordo com a parlamentar a Amazonas Energia continua efetuando cortes no serviço, além de estar protestando em cartório contra clientes com débito.

Conforme informação da vereadora, a empresa de energia foi líder de reclamações no Procon Amazonas em 2019, com 2.410 registros no atendimento geral, o que sinaliza 21,98%, e 1.820 reclamações formalizadas (34,11%).

Mirtes ressaltou que a concessionária Amazonas Energia continua agindo com descaso em relação à população de Manaus.

“Vou representar contra essa empresa pela falta de respeito com a população. Além da péssima qualidade no serviço prestado, a empresa está protestando em cartório a conta de luz daqueles clientes que não efetuaram o pagamento, o que é ilegal, devido à pandemia provocada pela Covid-19”, disse a parlamentar.

A vereadora Mirtes Salles aproveitou para denunciar que a empresa também continua realizando cortes no serviço às vésperas do fim de semana, o que é proibido por Lei. Outros vereadores também endossaram a colocação da vereadora contra a empresa Amazonas Energia, durante a sessão na Câmara Municipal de Manaus (CMM), desta segunda-feira (27).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here