Meninas do boxe ressaltam apoio governamental ao crescimento do esporte

Sandra, Amanda e Ketlen voltaram motivadas
Sandra, Amanda e Ketlen voltaram motivadas

Com três medalhas na bagagem, as amazonenses Ketlen Alves, 22, Sandra Ramos, 24, e Amanda Sousa, 21, voltaram motivadas do Campeonato Brasileiro Adulto Feminino de Boxe Olímpico, encerrado no último domingo (28), em Campo Grande (MS). Ontem (30), elas apresentaram as medalhas para a secretária de Estado da Juventude, Desporto e Lazer do Amazonas, Alessandra Campêlo. As atletas do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA) exaltaram a evolução do esporte na gestão do governador Omar Aziz.

“Se o investimento do Estado continuar, temos tudo para continuar crescendo nas competições nacionais e tentar uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2016. Hoje, graças ao investimento da Sejel no CTARA, o boxe feminino do Amazonas é destaque nacional”, destaca Sandra Ramos, que há dois meses mora e treina na Vila Olímpica de Manaus, onde tem direito a hospedagem, alimentação, atendimento de ortopedista, fisioterapeuta, massoterapeuta, nutricionista e outros especialistas na área do esporte.

BOXE - SANDRA  - SEC. ALESSANDRA - KETLEN - AMANDA - SEC.EXEC. ANDERSON SOUZA - BY MICHAEL DANTAS

Após duas vitórias contra adversárias duríssimas, Sandra foi medalha de bronze na categoria 48 kg e terminou a competição com vários elogios dos organizadores. Ela foi convidada para disputar o Campeonato Paulista, em setembro, e os Jogos Abertos do Interior (SP), em outubro.

Amanda voltou com a medalha de bronze na categoria 81 kg. Já Ketlen Alves, que faz parte da seleção brasileira do ciclo olímpico 2013/2016, foi prata na categoria 51 kg.

CRITÉRIOS CLAROS – A delegação amazonense de boxe disputou o Campeonato Brasileiro após a realização da Copa Norte e das seletivas locais da modalidade. Depois desse processo, os atletas foram convocados pela Federação Amazonense de Boxe (FAB) e passaram a treinar no CTARA como seleção.

Os atletas que não seguiram as recomendações técnicas foram cortados da equipe, portanto, só viajaram os boxeadores que obedeceram aos ritos dos esportes olímpicos. A Sejel só liberou as passagens aéreas aos atletas que cumpriram os critérios técnicos exigidos pela FAB.

1 COMENTÁRIO

  1. ATLETAs DE JIUjitsu de Itacoatiara foram Campeões mundial em São Paulo. Não tiveram ajuda do Poder Público. Somente ajuda de vizinhos. Levaram o nome do Estado, mostraram o potencial que o Estado possui, mais o Estado ainda não tem olhado com carinho a esses atletas de Itacoatiara. É momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here