‘Memorial Encontro das Águas’ é necessário para dinamizar turismo, diz Serafim

(Foto: Arquivo)

O deputado Serafim Corrêa (PSB) defende que o Governo do Estado, juntamente com a prefeitura de Manaus, avance no projeto ‘Memorial Encontro das Águas’, desenvolvido pelo arquiteto Oscar Niemeyer, em 2005. Para Serafim, a obra representa grande atrativo para o turismo da região. “Vou organizar com a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa uma visita à antiga estação da Embratel, onde as torres foram retiradas. Aquele terreno pertence à prefeitura. É o último projeto do Oscar Niemeyer. Ele me entregou o projeto, que custou R$ 600 mil, em 2005, quando era prefeito de Manaus. Ali são 80 metros de altura na melhor visão do encontro das águas”, disse.

O deputado ainda disse que todos que visitam o local, destinado ao projeto, ‘Memorial do Encontro das Águas’, se surpreendem com a beleza e exuberância do lugar.“Todas as pessoas que levei lá, que viram aquela paisagem ficaram boquiabertas. O então ministro da Saúde, Saraiva Felipe, ainda hoje deputado por Minas Gerais, olhou e disse: Uai! Se Minas tem isso ninguém iria para outro lugar no Brasil. Só ia para Minas para ver isso”.

Serafim defende que o Governo do Estado avance com o projeto. “Isso é algo que o Governo do Estado deve avançar, ao lado da prefeitura de Manaus, porque ali, não pode ter bandeira política ou partidária. Levei o prefeito ArtMeur Neto lá, ele mandou melhorar o acesso. Tem uma emenda minha que é muito pequena, mas objetiva, que é para, ao menos, preparar a pista de acesso”, explicou o deputado.

Serafim Corrêa também defende a necessidade de investir em setores diversos para que o turismo possa se modernizar. “Entendo que precisamos nos organizar. O que nós temos para oferecer ao turista? Temos que começar treinando o motorista do aeroporto, o atendimento nos restaurantes, melhorar as cozinhas de peixe, atendimento nas lojas. Tem pessoas que sabem falar duas, três línguas, que possam interagir e isso a prefeitura tem dado uma larga contribuição”, defendeu Serafim.

Museu da Amazônia

O parlamentar também mencionou o Museu da Amazônia – Musa – localizado no bairro Cidade de Deus, na Reserva Ducke, que é um dos belos cartões postais da cidade, desconhecido por grande parte dos manauaras.

“Manaus tem pontos que atraem turistas, que nós, manauaras, não conhecemos. Por exemplo, em dia de sol, o Museu da Amazônia – Musa – que tem aquela torre belíssima de 242 degraus é um atrativo para os turistas. Lá, olhando para a direção Norte, você tem a visão da copa das árvores. E, olhando para o Sul, você vê a cidade. Aquilo ali é algo que atrai 600 pessoas em dias de sol. São 600 pessoas que vêm de fora, porque ouviram falar daquilo. Mas, Manaus não frequenta. Então, é Manaus que não frequenta Manaus”, lamentou o deputado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here