Maradona está sedado para diminuir sintomas de abstinência

Médicos optaram pela sedação, já que argentino insiste em deixar o hospital, onde está desde terça-feira e passou por uma cirurgia na cabeça.

Os médicos que cuidam de Maradona decidiram, nesta sexta-feira, sedar o ex-jogador. O objetivo da equipe é ajudar a amenizar os sintomas de abstinência. O argentino vai seguir no hospital, mesmo pressionando a equipe a voltar para casa.

“Ele quer ir embora, mas vai ficar”, disse o médico Leopoldo Luque aos repórteres em um pronunciamento rápido fora da clínica, em Buenos Aires, onde Maradona está sendo tratado desde a última terça-feira.

“Esta foi uma das poucas vezes em que Diego ouviu um não.”

Luque afirmou que o ex-jogador do Barcelona, ​​Napoli e Boca Juniors está sendo mantido na clínica após sofrer alguns “episódios de confusão” devido a abstinência forçada.

O médico não explicou do que Maradona estava se abstendo, mas o ex-jogador já travou batalhas popularmente conhecidas contra a bebida e o vício em drogas.

Aos 60 anos, Maradona foi levado ao hospital na segunda-feira e passou por uma cirurgia de emergência para retirada de um coágulo de sangue no cérebro.

“Diego é muito difícil, muito difícil”, acrescentou. “Vocês não conseguem imaginar. Estamos tentando ser mais fortes do que ele.”

Maradona, que venceu a Copa do Mundo com a Argentina em 1986, e é considerado um dos maiores jogadores de todos os tempos, sofreu internações frequentes ao longo dos anos, muitas vezes devido ao seu estilo de vida extravagante.

Fonte: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here