Manaus é a segunda sede mais procurada por voluntários da Copa

No jogo de inauguração da Arena da Amazônia, cerca de 300 estudantes da UEA atuaram como voluntários
No jogo de inauguração da Arena da Amazônia, cerca de 300 estudantes da UEA atuaram como voluntários

Balanço divulgado nesta segunda-feira (17) pelo programa Brasil Voluntário mostra que Manaus teve a segunda maior procura, com 5.130 inscritos, entre as 12 cidades que irão sediar a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. As inscrições para o programa de voluntariado do Governo Federal para o evento foram encerradas neste domingo (16/03) com 46 mil candidatos.

Segundo o coordenador da UGP COPA, Miguel Capobiango Neto, o resultado demonstra o interesse da população em participar do evento. “Acredito que é algo muito positivo porque as pessoas entenderam que é uma forma de fazer parte do sucesso de Manaus na Copa do Mundo”, disse.

Manaus ficou atrás apenas de São Paulo, que teve 6.203 inscritos. Em terceiro lugar ficou o Rio de Janeiro, com 4.976 candidatos. O Brasil Voluntário ultrapassou a meta de 40 mil inscritos, número de candidatos de 2013 para a Copa das Confederações FIFA.

No jogo de inauguração da Arena da Amazônia, cerca de 300 estudantes da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) atuaram como voluntários. “Foi uma experiência bem sucedida. A sociedade teve a chance de ver como será a atuação dos voluntários, que têm a oportunidade de participar de um megaevento que é a Copa do Mundo”, afirmou a coordenadora geral de Voluntariado da UGP COPA, Ozeneide Nogueira.

A captação de inscrições para o programa Brasil Voluntário em Manaus contou com parceria entre a Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP COPA), Secretaria Municipal de Desporto, Lazer e Juventude (Semdej), Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Treinamento – O programa passa agora para a etapa de seleção e treinamento à distância, que teve início em 12 de março e segue até 18 de abril. Essa fase do processo levará em conta o aproveitamento e a assiduidade na capacitação virtual.

Os selecionados serão convocados até 27 de março. Posteriormente, será feita uma nova seleção para a capacitação presencial, quando até 1.500 pessoas por cidade-sede serão selecionadas para atuar durante o mundial. Os participantes recebem alimentação, uniforme, transporte e treinamento com certificação da Universidade de Brasília (UnB).

A atuação, integrada com o programa de voluntariado da FIFA, envolverá auxílio a torcedores, visitantes e imprensa não-credenciada em aeroportos, áreas de fluxo (como centros comerciais e pontos turísticos), entorno dos estádios e eventos de exibição pública, além de áreas de mobilidade urbana (como terminais de ônibus e estações de metrô) e centro aberto de mídia nas cidades onde este serviço estiver disponível.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here