Luta olímpica amazonense feminino conquista duas medalhas no Pan-Americano Cadete em Recife

luta-olimpica 01A luta olímpica amazonense entrou mais uma vez para a história da modalidade, desta vez com as atletas Diane Martins e Thalia Lopes no sábado (03). Ambas integraram a seleção brasileira no Campeonato Pan-Americano Cadete disputado no Círculo Militar, na cidade de Recife (PE) e conquistaram as medalhas de prata e bronze nas categorias 43 kg e 52 kg. Thalia e Diane viajaram com a delegação amazonense composta por oito atletas e todos receberam passagens aéreas do Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (SEJEL). O secretário da pasta, Anderson Souza, prestigiou as conquistas amazonenses.

Diane Martins, após ter sofrido para bater o peso na sexta-feira, 2 de maio, saboreou o gosto de subir ao pódio após vencer duas adversárias (uma canadense e uma venezuelana) e perder uma luta (Estados Unidos) conquistando a medalha de prata. Ela é atleta do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia e fez valer a pena as horas intensas de treinos sob o comando dos treinadores Helton Henrique e do cubado Dagoberto Erbolaez.

luta-olimpica 02“Eu não estou nem acreditando. Agradeço muito aos meus professores Helton Henrique e o cubano (Dagoberto Erbolaez). Valeu a pena acordar às 4h para treinar”, confessou a amazonense ao destacar que irá subir de categoria para Júnior até 48 kg.

A parintinense Thalia Lopes também faz parte do CTARA. Ela venceu duas adversárias e perdeu uma luta, ficando com a medalha de bronze na categoria até 52 kg diante da panamenha Emily Yulieth. Com o resultado, as duas escrevem seus nomes no evento que é chancelado pela Confederação Brasileira de Lutas Associadas (CBLA) e Federação Internacional de Lutas Associadas (FILA). A paraibana Luana Santos também levou o bronze para o Brasil.

luta-olimpica 03Investimento que dá certo

De acordo com o secretário em exercício da SEJEL, Anderson Souza, as conquistas de Diane e Thalia mostram que o Amazonas desponta como o celeiro da luta olímpica no Brasil. “Isso é resultado do investimento que o Governo do Estado faz para incentivar o esporte no Amazonas. A vinda do cubano Dagoberto Erbolaez foi fundamental para alavancar a modalidade, junto com o técnico Helton Henrique. Com essas duas medalhas mostramos que o Amazonas desponta como uma das melhores luta olímpica do brasil no Cadete Feminino”, ressaltou o secretário.

luta-olimpica 04Para o técnico da Seleção Brasileira Cadete, o amazonense Helton Henrique, o Campeonato Pan-Americano serviu para mostrar que as atletas amazonenses estão preparadas para encarar competições internacionais. “Elas são experientes, a Thalia fez intercâmbio europeu, a Diane vem melhorando a cada dia e é questão de tempo para elas estarem no topo de duas categorias”, frisou.

Seleção masculina com peso batido

Os dez atletas brasileiros encararam a balança na tarde de ontem (03) e estão ansiosos para pisar no tapete neste domingo (04). Do total de brasileiros, cinco são amazonenses: David Oliveira (46 kg), Daniel Alves (50 kg), David Washington (54 kg), Walter Júnior (69 kg) e Fábio Júnior (76 kg).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here