Luta olímpica amazonense embarca para competição e garantir vaga na seleção brasileira

luta-olimpica-amazonas-seletiva-01Atualmente com treze atletas nas seleções de base e a principal, a luta olímpica amazonense está prestes a conquistar mais uma grande vitória. Desta vez, nove lutadores amazonenses embarcam para o Rio de Janeiro na madruga de sexta-feira (6), para disputar o Trials, evento este que qualifica os praticantes para as principais competições internacionais de 2015, ano em que antecede os jogos olímpicos do Rio, em 2016.

Em caso de vitória dos amazonenses, eles ficam em solo fluminense para na segunda-feira (12) iniciar os treinos para disputar o torneio ‘Cerro Pelado’, que acontece em Havana Cuba de 11 a 15 de fevereiro pelo selecionável brasileiro.

E no mês de abril, o time adulto disputa o Pan-Americano da modalidade em Santiago, no Chile. O vencedor deste torneio, garante presença nos jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá no mês de julho. E para chegar até esta competição, o experiente Waldeci Silva (65kg) lidera o time que tem ainda Juan Isidoro na categoria (97) e Paulo Victor (86kg).

luta-olimpica-amazonas-seletiva-02“É o momento de por tudo que aprendi ao longos destes oito anos em pratica. Não tive festa no final do ano. Só muito treino e muita concentração. Estou treinado e pronto para vencer. Vontade, empenho e dedicação não faltam”, disse Silva que está na seleção principal da modalidade há quatro anos e um dos grandes responsáveis pela evolução da modalidade no Estado.

Grande revelação da luta olímpica amazonense, o manauara Paulo Victor se diz estar pronto para vencer em sua categoria, a mesma do atual titular da seleção, o carioca Adrian Juande.

“Estou bem treinado. Não sei se poderia estar mais bem preparado do que agora. Estou com sede de vitória e disposto a fazer tudo por essa conquista. Agradeço a Deus pela a oportunidade e espero conseguir o resultado positivo”, afirmou.

luta-olimpica-amazonas-seletiva-03BASE PRONTA

No sábado (9), os juniores terão a oportunidade de tentar entrar na seleção brasileira que disputa o mundial no Brasil este ano, em sede ainda não definida. Com três homens David Moreira (55kg), Matheus Fernandes (66kg) e Lucas Pontes (74kg) e três mulheres Thalia Lopes (48kg); Andria Pimentel (55kg); e Brenda Ariane (63kg) o objetivo, segundo o presidente da federação de luta livre esportiva Falle, Helton Henrique afirmou que o objetivo é ter pelo menos um atleta na seleção de base.

Disposta a ser a atleta da seleção, Brenda Ariane espera estar entre as selecionadas. “Não paramos para nada desde 2014. Então, agora é o momento de se dedicar e tentar se manter”, encerrou.

COM A PALAVRA

Responsável por treinar atletas campeões mundiais, o cubano Dagoberto Arbolaez, acredita que a equipe está preparada. “Temos grandes talentos aqui e por isso estou treinando atletas aqui no Amazonas. Acredito nestes atletas e sei que eles podem vencer”, afirmou

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here