Lili Andrade e Pedrinho Ribeiro se apresentam na Academia Amazonense de Letras

Foto: Divulgação

Neste próximo domingo (10), às 19h30, na sede da Academia Amazonense de Letras, localizada na Rua Ramos Ferreira, 1009, Centro (ao lado do colégio Benjamin Constant), se apresentam os cantores Lili Andrade e Pedrinho Ribeiro, compositores consagrados da Música Popular Brasileira e da região amazônica. A apresentação faz parte da programação Academia Amazonense de Letras de Portas Abertas, ocorre aos domingos é gratuita e livre para todas as idades.

Pixinguinha, Dolores Duran, Cartola, Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Belchior, Rui Barata, Antônio Maranhão e Billy Blanco estão entre os homenageados pelos dois artistas, que voltam a cantar juntos depois de mais de duas décadas, quando integravam o quadro de músicos contratados pelo Tropical Hotel Manaus, nas décadas de 1970 e 80.

Lili Andrade é cantora desde os seis anos de idade, amazonense, com três CDs gravados. Foi vencedora como melhor intérprete de vários festivais de música no Amazonas, como o FECANI, FEMUNA, Zonarte, e Festival Amazonas de Música. Foi crooner de várias bandas de música em Manaus e trabalhou como cantora em diversos estabelecimentos, como hotéis, bares e restaurantes da cidade. Participou também, da coordenação do Festival Amazonas de Música da Secretaria de Cultura do Estado do Amazonas.

Pedrinho Ribeiro é cantor e compositor natural de Parintins. Seu último álbum, “Igarapé dos Currais” teve cinco indicações ao Grammy Latino em 2015: Álbum do Ano, Melhor Artista Revelação, Melhor Álbum Cantor Compositor, Melhor Projeto Gráfico de um Álbum, e Melhor Álbum Engenharia de Gravação, além de ter sido contemplado em vários editais em âmbito local e nacional, como o Amazônia Cultural, do Ministério da Cultura, que viabilizou uma turnê pelos estados da Região Norte. Na década de 1980, produziu o musical “Ópera Cabocla”, considerado uma obra de referência na produção artística regional.

Mercedes Guzmán e Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here