Lei Orçamentária Anual deve ser deliberada pela Câmara na próxima semana

Ver. Elias Emanuel
Ver. Elias Emanuel
Ver. Elias Emanuel

Deve ser deliberada pela Câmara Municipal de Manaus (CMM), na próxima semana, a proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) do Executivo Municipal para o exercício de 2016. A informação foi dada pelo líder do Governo Municipal, vereador Elias Emanuel.  

O orçamento para o próximo ano, de acordo com Elias Emanuel, está fixado em R$ 4,145 bilhões, valor abaixo do orçamento deste ano, que ficou em R$ 4,485 bilhões. “O governo municipal sente na pele a queda da arrecadação dos repasses do Governo Estadual e de outros repasses do Governo Federal”, disse o vereador.

Segundo ele, de janeiro a agosto deste ano, a Prefeitura de Manaus teve uma queda de arrecadação de 4,6% no repasse do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços), o que denuncia, como assegurou, uma “flagrante queda da receita do repasse de recursos do Governo Estadual para o município”. “E o que é pior, todas as perspectivas levantadas pelo Governo Federal em relação a 2015 e 2016 são negativas”, disse.

Segundo o vereador, a Prefeitura coloca que no primeiro semestre o PIB (Produto Interno Bruto) teve uma queda de 1,6% e deve ter uma queda acentuada até o final do ano, que deve ultrapassar 2,7%. “Portanto visualizamos que a peça orçamentária que este ano é um ano de vacas magras, e no próximo ano, teremos uma situação ainda muito mais delicada a enfrentar com uma queda expressiva no orçamento que a Prefeitura nos apresenta”, afirmou.

O líder do Governo Municipal ressaltou que a Prefeitura esperava ter um orçamento de R$ 4,400 bilhões e vai fechar o ano com apenas R$ 3,900 bilhões. “Tenho visto o professor Bibiano questionar para onde foi a economia que o prefeito fez com a reforma administrativa de R$ 570 milhões. Se ele não tivesse feito economia, o nosso déficit não teria sido de apenas R$ 500 milhões, mas de R$ 1 bilhão. Porque toda a reforma administrativa nos deu uma economia de R$ 500 milhões e a receita prevista deste ano era de R$ 4,400 bilhões”, explicou. “Nos preparemos, porque 2016 não será nem de perto um ano fácil para todos”, alertou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here