Lábrea amplia oferta de madeira legalizada com apoio do Ipaam

labrea-madeira-legalizada01

Neste sábado (17), uma serraria será inaugurada como resultado desta parceria. O evento será às 11h, no km 65 do Ramal do Marmelo, com acesso pelo km 320 da Rodovia BR-364, no sentido Porto Velho-Rio Branco, sul de Lábrea, onde se localiza a nova indústria de madeira, batizada de Santa Helena.

O vice-prefeito de Lábrea, Michel Cruz, esteve no Ipaam para marcar a agenda de inauguração com o presidente do Ipaam, Antônio Stroski, que estará presente à inauguração juntamente com mais dois técnicos da Gerência de Floresta do Instituto.

“Junto comigo, na comitiva que vai à inauguração, estarão Márcio Rodrigues e Thaís Lima, dois técnicos da Gerência de Floresta. Eles ficarão por mais tempo em Lábrea para fazer as vistorias de mais uma quantidade de planos de manejo e de serrarias e movelarias, promovendo mais um avanço no licenciamento, fortalecendo a política do Governo Omar Aziz de criar oportunidades de emprego e renda no interior do Estado”, explicou Stroski.

Controle de desmatamento – O vice-prefeito destaca que, dos 71 planos de manejo florestal empresarial com processos de licenciamento no IPAAM, 60 deles estão localizados no sul de Lábrea, região que sofre forte pressão de desmatamento pela expansão da fronteira agrícola do centro-oeste e cuja legalização de planos de manejo florestal vai contribuir positivamente no controle do desmatamento.

Cruz estima que a área destinada aos 60 planos de manejo no sul do município possui mais de dois milhões de metros cúbicos de madeira. “A concretização desses planos de manejo vão também inibir o comércio ilegal de madeira que explora 250 metros cúbicos/dia, em sua maioria vendida para empreendimentos no estado vizinho de Rondônia”, afirmou o vice-prefeito.

O presidente do Ipaam, Antônio Stroski, disse que o Instituto não pode dispensar o apoio do município na viabilização do ordenamento e legalização das atividades florestal e madeireira de Lábrea. Ele destacou ainda a participação do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) na assistência técnica aos projetos de Plano de Manejo e serrarias, e do Programa Terra Legal do Governo Federal na regularização fundiária dentro do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here