Jovens infratores levam alegria às crianças em creches e hospitais

O objetivo é mostrar aos internos uma nova perspectiva de vida e sensibilizá-los para o resgate da autoestima de crianças autistas
O objetivo é mostrar aos internos uma nova perspectiva de vida

Um grupo de cinco adolescentes do Centro Socioeducativo Senador Raimundo Parente, localizado na avenida Noel Nutels, Cidade Nova, está devolvendo o sorriso e a alegria de crianças em tratamento médico em creches, hospitais e albergues. Trata-se dos Jovens da Alegria, um projeto desenvolvido pelo Governo do Amazonas e, que, nesta sexta-feira (23), às 15h, apresentam o musical infantil “O Palhaço Hip-hop” às crianças autistas do Abrigo Moacyr Alves, que fica na rua Vivaldo Lima, bairro Alvorada.

A secretária estadual de Assistência Social e Cidadania, Regina Fernandes, informou que o musical foi montado por professores e coreógrafos da Secretaria de Estado da Cultura (SEC) como parte das atividades do programa Jovem Cidadão e que também envolve adolescentes em cumprimento de medida de internação no sistema socioeducativo.

“O objetivo é mostrar aos internos uma nova perspectiva de vida e sensibilizá-los para o resgate da autoestima de crianças autistas. As mudanças de comportamento são bastante evidentes durante os ensaios”, disse a titular da Seas.

Apresentações – O musical infantil no Abrigo Moacir Alves abre a agenda dos Jovens da Alegria, que tem programado novas apresentações dia 31 de agosto, às 12h, para um grupo de crianças do Grupo Amazonense de Apoio a Criança com Câncer (GAAC) no hall da lanchonete Mac Donald’s do Studio 5 (avenida Rodrigo Otávio, Japiim, zona sul). No mesmo dia, às 14h, o projeto acontecerá na Mac Donald’s da avenida Djalma Batista, no Vieiralves, na zona centro-sul.

De acordo com a diretora da Gerência de Atendimento Socioeducativo (Gease) da Seas, Mathilde Ester Ezaguy, o espetáculo infantil consiste em coreografias no gênero hip-hop, com os integrantes caracterizados de palhaços, que saem de uma grande caixa para fazer a alegria das crianças. “Durante a apresentação, os adolescentes contam histórias engraçadas e interagem com as crianças”, disse, lembrando que os ensaios acontecem todas as segundas e quartas-feiras, a partir das 14h, no Centro Senador Raimundo Parente.

A diretora lembrou que os ensaios para o musical acontecem há um mês e que o grupo se apresentou durante a Semana do Estatuto da Criança e do Adolescente (Semaneca), em julho, no Centro da Família Padre Pedro Vignola (rua Gandu, bairro Cidade Nova, zona norte), mostrando uma coreografia com a logomarca da Copa do Mundo, contendo a frase, “Futebol e arte, juventude em campo”. “Queremos levar esse trabalho para hospitais, creches, instituições e abrigos de crianças especiais”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here