Jovens em conflito com a lei recebem certificados de formação profissional

O curso de formação profissional em parceria do Pronatec é realizado desde 2013
O curso de formação profissional em parceria do Pronatec é realizado desde 2013
O curso de formação profissional em parceria do Pronatec é realizado desde 2013

Jovens que cumprem medidas socioeducativas nos centros Dagmar Feitoza e Marize Mendes, no bairro Alvorada (zona centro-oeste), Senador Raimundo Parente, no bairro Cidade Nova (zona norte) e nos Polos Descentralizados de Liberdade Assistida (LA) receberam, na tarde desta quarta-feira, dia 9 de julho, certificados de conclusão de curso de formação profissional. A ação, que faz parte da política de ressocialização de jovens em conflito com a lei, executada pelo Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seas), contemplou 49 adolescentes.

A formação é ainda um compromisso assumido pelo Governo do Estado junto ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), para inserir os jovens em conflito com a lei no plano de Formação Inicial e Continuada (FIC). Os cursos de formação profissional contemplam as áreas da Construção Civil, Mecânica de Automóveis e Informática, este último é oferecido pelo Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).

Atualmente 30 jovens estão no mercado de trabalho
Atualmente 30 jovens estão no mercado de trabalho

De acordo com a secretária executiva da Seas, Graça Prola, além da formação, a política prevê um acompanhamento dos jovens até a inserção deles no mercado de trabalho, garantindo ainda que o jovem não retorne a praticar atos infracionais. “Dentro do projeto existe um grupo de trabalho que acompanha as atividades dos egressos das medidas socioeducativas”, afirmou Prola, destacando que atualmente 30 jovens estão no mercado de trabalho como bombeiros hidráulicos, pintor de parede, padaria, artesanato entre outras atividades.

O curso de formação profissional em parceria do Pronatec é realizado desde 2013 com os adolescentes que cumprem medidas privativas de liberdade, semiliberdade e liberdade assistida ou prestação de serviço à comunidade. Até agora 439 jovens já passaram por curso de profissionalização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here