José Melo ressalta crescimento sustentável do Amazonas em discurso a cônsules de 13 países

O tema cívico chama à discussão e reflexão frente às conquistas e ao futuro, disse Melo
O tema cívico chama à discussão e reflexão frente às conquistas e ao futuro, disse Melo

Um encontro entre o governador em exercício José Melo e o corpo consular de 13 países, ocorrido no Centro Cultural Palácio Rio Negro, marcou as comemorações cívica da elevação do Amazonas à categoria de província, nesta quinta-feira (5).

Em seu discurso sobre a “Semana da Pátria de Amor e Esperança ao Amazonas”, Melo se dirigiu aos representantes da Espanha, Japão, Venezuela, Finlândia, Filipinas, Chile, Síria, Peru, Honduras, Colômbia, República Dominicana, Polônia e Suíça, lembrando o compromisso de amizade, intercâmbio cultural e comercial que existem entre o Estado e esses países. O governador disse que o tema cívico chama à discussão e reflexão frente às conquistas e ao futuro, principalmente econômico, do Estado.

O governador José Melo declarou que o modelo ZFM precisa ser estendido ao interior
O governador José Melo declarou que o modelo ZFM precisa ser estendido ao interior

Melo asseverou a importância do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) para o desenvolvimento das parcerias internacionais que resultaram em crescimento socioeconômico e na consolidação da capital que atualmente figura entre as regiões mais industrializadas do país. “Hoje, sem dúvida, somos um dos maiores modelos exportadores líquido de receita para a União. Mas ainda é preciso estender a ZFM para o interior e descentralizar a concentração de fábricas na capital, levando boa parte dos investimentos
desse setor para o interior do Estado”, disse.

O governador falou ainda que é preciso refletir acerca da exploração sustentável das riquezas vegetais e minerais e da responsabilidade em se implantar mudanças que assegurem de fato essa independência do modelo ZFM. “O fortalecimento das cadeias produtivas de setores como petróleo e gás, fertilizantes, piscicultura e madeireiro nos remetem ao eufemismo de um novo grau de independência econômica e social. Em uma data como esta, tudo isso nos remete a realmente reafirmar essa esperança por dias
melhores, motivados por uma qualidade de vida, educação e saúde melhores, além da esperança de viver em um Estado pacífico e tranquilo”, afirmou.

As comemorações da Semana da Pátria seguem até o sábado (7), quando o Centro de Convenções (Sambódromo) recebe às 9h o tradicional Desfile Cívico Militar, o qual deve reunir representantes da Marinha, Exército e Aeronáutica, além da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. O desfile será precedido, às 8h, pela apresentação das Bandas do Comando Militar da Amazônia (CMA), Polícia Militar e do 7º Comando Aéreo Regional (Comar), seguido de Desfile Aéreo. Seguindo a programação, às 17h, na Ponta Negra, ocorrerá a cerimônia de “Abafamento do Fogo Simbólico”, encerrando oficialmente a Semana da Pátria e do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here