José Aldo derrota Font em Las Vegas, nessa madrugada

José Aldo vence Rob Font no UFC Vegas 44 - Foto: Reprodução / Instagram

Luta principal do UFC Vegas 44, evento realizado neste sábado (4), José Aldo vs Rob Font colocava frente a frente dois membros do top 5 da divisão dos pesos-galos (61 kg) da organização. E após mais uma bela apresentação no octógono, o brasileiro anotou sua terceira vitória seguida, sua melhor marca desde a derrota para Conor McGregor, em 2015.

Melhor em pé, o brasileiro dominou as ações, defendeu as tentativas de quedas do oponente e conectou alguns knockdowns, o que resultou em amplo domínio do confronto ao longo dos cinco assaltos disputados. Por sinal, esta foi a primeira vez que Aldo disputou os 25 minutos inteiros desde 2016, quando superou Frankie Edgar.

Com o resultado, o brasileiro se coloca em rota de colisão direta pelo cinturão dos galos, hoje em poder do americano Aljamain Sterling – o russo Petr Yan é campeão interino e deve lutar pela unificação no primeiro semestre de 2022. Aos 35 anos, o brasileiro acumula cartel profissional de 31 triunfos e sete derrotas.

A luta

O primeiro assalto foi marcado pela velocidade e pressão impostos pelo americano. Desde o início, Font caminhou para frente, chinchou, derrubou e acertou mais golpes tanto na média quanto na curta distância. No entanto, nos 15 segundos finais, Aldo balançou o rival com um forte direto de direita e, na sequência, trabalhou com ataques no ground and pound. A vantagem, no entanto, não foi o suficiente para reverter o placar. Aldo 9 x 10 Font.

A segunda etapa foi movimentada. Depois de começar melhor, o americano sofreu com os potentes diretos e cruzados do brasileiro. Com mais volume de golpes, Font caminhou para frente mas esbarrou seguidamente na contundência do ex-campeão. Aldo 19 x 19 Font.

No terceiro round, após a insistência do treinador Dedé Pederneiras, Aldo passou a chutar as pernas do americano, que rapidamente se mostrou incomodado com a potência dos ataques. No entanto, Font também se movimentou mais e voltou a acertar ataques em linha reta. Grande luta! Aldo 29 x 28 Font.

O início do quarto assalto foi intenso. Com um direto de direita, Aldo balançou o oponente e, na sequência, o levou a knockdown com uma joelhada. A partir daí, o brasileiro passou a trabalhar por cima no chão, e, de lá, se manteve no controle das ações, embora não tenha traduzido o domínio em contundência de seus golpes. Aldo 39 x 37 Font.

Ciente da desvantagem nas papeletas dos jurados, o americano imprimiu o ritmo no início e encurtou a distância com diretos até clinchar. Junto à grade, o americano buscou quedas, bem defendidas pelo brasileiro que, mesmo cansado, ainda aplicou novo knockdown em Font. Novamente por cima no chão, Aldo pegou as costas e trabalhou seu domínio até o final da disputa. Aldo 49 x 46 Font.

*Com informações de Uol