Joelson Silva propõe emenda coletiva para melhorar rede de atenção em saúde mental

Vereador Joelson Silva (Patriota)

O aumento no número de casos de diagnóstico de depressão e os consequentes suicídios relacionados com a doença, principalmente durante a pandemia do novo coronavírus, foram ressaltados com preocupação pelo vereador Joelson Silva (Patriota), esta semana, no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM). O parlamentar evidenciou a importância das campanhas de conscientização como o “Setembro Amarelo”, que buscam promover um maior comprometimento da sociedade diante da situação, e até propôs emenda coletiva entre os parlamentares, para melhorar a rede de atenção em saúde mental.

Atualmente, o Brasil tem o maior contingente de pessoas diagnosticadas com depressão na América Latina, com 12 milhões de casos, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Aproximadamente 800 mil cometem suicídio, todos os anos, no mundo.

Joelson Silva e outros vereadores fizeram questão de debater a matéria, mais uma vez, por considerá-la um problema de saúde gravíssimo, que atinge pessoas de todas as idades.

“Infelizmente, não está nas estatísticas, mas existem pessoas com vergonha de dizer que passam por esse processo. Levantamos a discussão e vamos contribuir com o que for possível para tentar diminuir essa triste estatística”, disse o presidente da CMM.

O vereador sugeriu uma emenda conjunta, para melhorar a estrutura de atendimento e suporte às pessoas que estão em processo de depressão.

“É uma das doenças que mais acometem as pessoas nesse século. São muitos os casos de transtorno da ansiedade sem tratamento ou acompanhamento, levando as pessoas ao desespero e a planejarem o extremo de tirar a própria vida. Converso com profissionais da área de saúde e vejo que precisamos contribuir com essa causa. Vamos nos organizar para apresentar uma emenda coletiva destinada à melhoria da rede de atendimento em saúde mental”, enfatizou Joelson Silva.

Setembro Amarelo

A campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio foi criada no Brasil em 2015, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). A proposta é associar à cor, o mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, 10 de setembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here