Ipixuna confirma primeiros casos de Covid-19

Suspensão total de atividades não essenciais na cidade deve seguir até 28 de junho

A Prefeitura de Ipixuna, distante 1,3 mil quilômetros de Manaus, decretou a suspensão total de atividades não essenciais na cidade a partir desta terça-feira (23). A medida tem o objetivo de evitar a disseminação do novo coronavírus na cidade, que teve os três primeiros casos confirmados no sábado (20), de acordo com a prefeitura. Outros três casos importados foram registrados.

Até então, Ipixuna e Envira eram os únicos municípios do Estado sem casos confirmados da Covid-19, que já infectou mais de 63 mil pessoas no Amazonas até este domingo (21). Nesta segunda-feira, o boletim do governo estadual informou três casos em Ipixuna.

Conforme a Prefeitura, os outros três casos importados são de profissionais que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus em Ipixuna, que estiveram em outras cidades nos últimos meses, contraíram o vírus e chegaram no município já fora do período de transmissão. Ainda segundo a Prefeitura, por isso eles não entram na contagem total de casos da cidade.

O decreto municipal Nº 037/2020 considera que ainda há a necessidade de suspender atividades para evitar a circulação e aglomeração de pessoas, e o crescimento da curva de contágio do vírus. Do total de casos registrados no Amazonas, 60% são do interior.

“No dia 20 de junho de 2020, foram detectados os três primeiros casos de Covid-19 no município, bem como outros três já curados do mesmo vírus, motivo pelo qual na presente situação demonstra-se impossível mensurar a dimensão da disseminação do vírus no município”, diz trecho do decreto.

A suspensão total das atividades não essenciais deve seguir até o dia 28 de junho, segundo

o decreto, sujeito a prorrogação. Os serviços de delivery devidamente identificados estão autorizados a funcionar sem restrição de horário.

Por G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here