Mundo

Indonésia encontra submarino rachado em três partes no fundo do mar

O KRI Nanggala (402) era um submarino de projeto alemão Type 209/1300. FOTO: Divulgação/Marinha da Indonésia

O submarino da Marinha da Indonésia que desapareceu na costa de Bali na semana passada foi encontrado, dividido em pelo menos três partes, confirmaram os militares indonésios.

O presidente do país enviou condolências aos familiares dos 53 tripulantes que estavam a bordo quando o navio desapareceu durante um exercício de treinamento na última quarta-feira (21).

As equipes de busca localizaram os destroços da embarcação no fundo do mar a uma profundidade de 850m – bem além de sua faixa de mergulho de 200 m, ponto no qual a pressão da água seria maior do que o casco poderia suportar.

FOTO: Divulgação/Marinha da Indonésia

Acontece um dia depois que a Indonésia disse que o KRI Nanggala 402 foi considerado naufragado.

As autoridades também disseram que o suprimento de oxigênio do navio teria acabado na manhã de sábado, três dias após seu desaparecimento.

Em declarações aos repórteres, o chefe militar Hadi Tjahjanto disse: “Recebemos fotos subaquáticas que são confirmadas como as partes do submarino, incluindo seu leme vertical traseiro, âncoras, corpo externo de pressão, leme de mergulho e outras partes do navio.

FOTO: Divulgação/Marinha da Indonésia

“Com esta evidência autêntica, podemos declarar que o KRI Nanggala 402 afundou e todos os membros da tripulação estão mortos.”

O chefe do Estado-Maior da Marinha, Yudo Margono, disse: “O KRI Nanggala está dividido em três partes, o casco do navio, a popa do navio e as partes principais estão todas separadas, com a parte principal rompida”.

O presidente Joko Widodo disse: “Todos nós, indonésios, expressamos nossa profunda tristeza por esta tragédia, especialmente às famílias da tripulação do submarino.”

Helicópteros e navios foram enviados para procurar o submarino, com a ajuda de outros países, incluindo Estados Unidos, Austrália, Singapura, Malásia e Índia.

FOTO: Divulgação/Marinha da Indonésia

Um robô subaquático equipado com câmeras forneceu as imagens do navio naufragado.

A causa do desastre permanece incerta.

A Marinha havia dito anteriormente que uma falha elétrica poderia ter deixado o submarino incapaz de executar procedimentos de emergência para emergir.

O navio a diesel de construção alemã juntou-se à frota indonésia em 1981. Ele passou por uma reforma de dois anos na Coreia do Sul, concluída em 2012.

FOTO: Divulgação/Marinha da Indonésia

Moradores da cidade de Banyuwangi, em Java Oriental, que abriga a base naval de onde as operações de busca e resgate estão sendo conduzidas, aderiram a apelos em todo o país para acelerar a modernização das forças de defesa da Indonésia.

Hein Ferdy Sentoso, 29, disse: “Este pode ser um ponto de aprendizagem para o governo avançar sua tecnologia militar e ser cuidadoso em como usar sua tecnologia (existente) porque a vida de seu povo está em jogo”.

O país tem procurado renovar sua capacidade militar, mas alguns equipamentos ainda são antigos e ocorreram acidentes fatais nos últimos anos.

A Indonésia tinha cinco submarinos antes do último acidente: dois Type 209/1300 de fabricação alemã, incluindo o Nanggala, e três submarinos Type 209/1400 mais novos construídos na Coreia do Sul. (PODER NAVAL)

Deixe um comentário