Hospital de Autazes volta a funcionar após incêndio

Na madrugada do último dia 10 a unidade teve uma ala atingida por um incêndio
Na madrugada do último dia 10 a unidade teve uma ala atingida por um incêndio

O atendimento de urgência e emergência (incluindo a realização de partos) foi restabelecido, nesta segunda-feira (13), no Hospital Regional Dr. Deodato de Miranda Leão, no município de Autazes (distante 118 quilômetros de Manaus). Na madrugada do último dia 10 a unidade teve uma ala atingida por um incêndio, o que exigiu a transferência de pacientes para a capital. De acordo com o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, já foi possível restabelecer o fornecimento de energia no prédio e equipes trabalharam no final de semana para readequar e limpar as áreas que não foram afetadas pelo incêndio, o que permitiu a retomada dos serviços.

Na ala onde ocorreu o incêndio funcionavam a lavanderia, a cozinha, a farmácia e o almoxarifado da unidade hospitalar. “Já iniciamos a recuperação da lavanderia e da cozinha. Para o funcionamento da farmácia e do almoxarifado estão sendo organizados dois ambientes na área não afetada pelo fogo. Na quarta-feira (15) devem ficar prontas as planilhas com as obras necessárias para recuperar esses dois setores, no espaço antigo”, disse Wilson Alecrim.

Segundo informações da direção do hospital, na manhã desta segunda-feira cinco pacientes forma internados e três ocupavam leitos de observação na área de urgência e emergência. Ainda na sexta-feira, o Governo do Estado enviou um caminhão baú para o município, carregado de medicamentos e insumos de saúde, para repor o que havia sido perdido no incêndio.

Remoções – No final de semana, apenas uma paciente (grávida de gêmeos) precisou ser transferida pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam) para atendimento na capital. Não chegou a ser uma situação de urgência e a remoção foi feita, inclusive, por via terrestre. Das grávidas removidas para Manaus na sexta-feira, em aviões disponibilizados pelo Governo do Estado, três já haviam dado à luz na manhã desta segunda-feira, todas na Maternidade Azilda Marreiro, localizada na zona Norte da capital. Além da Azilda Marreiro, também receberam pacientes de Autazes, na sexta-feira, a Maternidade da Alvorada, o Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto e o Pronto Socorro da Criança da Zona Sul.

Na sexta-feira, para evitar que os pacientes de Autazes ficassem sem o atendimento de urgência, a Susam e a Prefeitura do município chegaram a definir um plano de funcionamento em regime de 24 horas para as duas Unidades Básicas de Saúde da cidade (que em situação normal funcionam das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira). “Não haverá necessidade de manter esse plano, uma vez que o atendimento no hospital já pode ser restabelecido”, explicou Wilson Alecrim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here