Gustavo Montezano é o novo presidente do BNDES

Novo presidente ocupa cargo após saída de Joaquim Levy, que recebeu bronca do presidente Bolsonaro por ter nomeado diretor ligado ao PT.

O economista Gustavo Montezano deverá assumir a presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no lugar de Joaquim Levy, que pediu demissão neste domingo (16) depois de ter sua “cabeça colocada a prêmio” pelo presidente Jair Bolsonaro.

O novo presidente é o atual secretário-adjunto da Secretaria de Desestatização e Desinvestimento. Mestre em Economia pela Faculdade de Economia e Finanças (IBMEC-RJ) e graduado em Engenharia pelo Instituto Militar de Engenharia (IME-RJ), Montezamp atuou como COO da ECTP (BTG Commodities), baseado em Londres, e anteriormente era o sócio diretor do BTG Pactual responsável pela divisão de credito corporativo e estruturados, em São Paulo. Iniciou sua carreira como analista de Private Equity no Opportunity no Rio de Janeiro.

O Ministério da Economia informou que encaminhou o nome de Montezano para a deliberação do Conselho de Administração do BNDES.

O novo presidente deverá colocar em prática a promessa de campanha de Bolsonaro de abrir o que chama de “caixa-preta” do banco e investigar a responsabilidade pelos financiamentos concedidos nos governos do PT.

Além de ter de devolver R$ 126 bilhões neste ano, o banco também pode perder os recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) pela proposta do relator da reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP).

O BNDES já tem papel auxiliar em privatizações do governo e foi, por exemplo, responsável por estruturar projetos de desestatização das distribuidoras do sistema Eletrobras. Para concentrar no banco todas as fases do processo de privatização e não apenas a estruturação de projetos, o governo precisaria de alterações legais, que teriam de ser aprovadas no Congresso.

Demissão

No sábado (15), o presidente Bolsonaro disse estar “por aqui” com Levy e ameaçou demiti-lo caso ele não suspendesse a nomeação de Marcos Barbosa Pinto, tinha trabalhado no banco no governo PT – para a diretoria de Mercado de Capitais. Após as declarações, Pinto pediu demissão.

fonte: r7

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here