Grilagem ameaça expulsar 1,5 mil índios de terra em Manaus

Apurina

Paulo Apurinã

Enquanto o processo que garante aos direitos o direito de permanecer nas terras próximas ao Sipam tramita na Justiça Federal em direção ao mérito, surge a notícia de que os 1,5 mil índios de 25 etnias diferentes serão irremediavelmente expulsos  da área na próxima quarta-feira, a partir das 7h. O processo foi apresentado ao CNJ por supostas ligações cartoriais e jurídicas. “Essas terras foram griladas por um empresário de origem chinesa”, diz o líder Paulo Apurinã, informando que vai acionar a partir de segundo-feira o CNJ e o ministério da Justiça em Brasília, além da Justiça Federal em Manaus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here