Governo do Estado investe na recuperação e pintura de escolas públicas estaduais

“Estamos monitorando e fiscalizando junto a nossa engenharia o andamento das obras em toda a rede”, informou o secretário Rossieli
“Estamos monitorando e fiscalizando junto a nossa engenharia o andamento das obras em toda a rede”, informou o secretário Rossieli

Além de investir na construção de 21 novos Centros de Educação de Tempo Integral (Cetis), dos quais 12 com obras em estágio avançado, o Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado de educação (Seduc) está trabalhando na recuperação, reparo e pintura de dezenas de escolas públicas, atendendo à capital e ao interior.

As obras visam garantir à comunidade estudantil um maior conforto e melhor aproveitamento dos espaços pedagógicos, devendo influir em um aprendizado mais eficiente.

Em Manaus, dentre as unidades públicas de ensino que já passaram pelo processo de pintura, seguindo o novo conceito visual adotado pela Seduc, estão os Cetis Áurea Pinheiro Braga e Marcântonio Villaça 2 e escolas tradicionais como: Senador João Bosco Ramos de Lima, Profº Júlio César de Moraes Passos, Ruy Alencar e Roberto dos Santos Vieira.

De acordo com o secretário de Estado de Educação Rossieli Soares da Silva, a partir da iniciativa do governador Omar Aziz, a Secretaria vem intensificando as visitas técnicas às escolas da rede. “Estamos monitorando e fiscalizando junto a nossa engenharia o andamento das obras em toda a rede”, informou o secretário, explicando que antes do início das obras, as escolas foram submetidas a uma triagem para saber as reais necessidades.

Obras em andamento – Com os serviços de pintura em andamento, o pacote de obras, em Manaus, está contemplando também escolas tradicionais, tais como: Luizinha Nascimento (Praça 14 de janeiro), Daisaku Ikeda (São José), Maria Teixeira Góes (Zumbi dos Palmares), Arthur Araújo (Nossa Senhora das Graças), Professora Alda Barata (Flores) e Zulmira Bittencourt (bairro São Jorge).

Ainda de acordo com o secretário Rossieli Soares, o cronograma de pintura foi estabelecido com base no novo modelo de estilização adotado nos novos modelos de Cetis e escolas padrão, cujo processo de construção está em andamento no Estado.

Interior – As ações de engenharia estão beneficiando também a rede pública estadual do interior do Estado. O município de Coari (distante 363 quilômetros de Manaus), por exemplo, foi contemplado com as ações de recuperação e reforma geral das escolas João Vieira, Maria Amélia Nascimento e Inês de Nazaré Vieira.

Com investimento aproximado de R$ 3,3 milhões, as três escolas, em Coari, receberam reparos e substituição das instalações hidráulicas e sanitárias, construção de poço e reservatório de água, reparos no sistema elétrico, construção de muros, adição de iluminação externa, além de pintura geral.

Os municípios de Anori (distante 195 quilômetros de Manaus) e Beruri (distante 173 quilômetros da capital) também tiveram escolas recém reformadas. Em Anori foram executados serviços nas escolas estaduais Presidente Costa e Silva e Almerinda Uchôa Izel. Já em Beruri, as obras de recuperação foram realizadas nas escolas estaduais Getúlio Vargas, Gilberto Mestrinho e Euclídes Corrêa. Nos dois municípios as obras educacionais executadas nas cinco escolas tiveram investimento aproximado de R$ 11 milhões.

Em fase de finalização das obras de pintura, o cronograma de obras no interior inclui também escolas indígenas, tais como as localizadas em Humaitá (distante a 1.367 quilômetros de Manaus), nas comunidades Marmelo e Traíra. Em São Gabriel da Cachoeira (distante a 852 quilômetros da capital) também foram reformadas duas escolas de ensino indígenas, nas comunidades Balaio e Iauareté.

Conforme informações do Departamento de Infraestrutura da Seduc, além das reformas e construção dos Cetis, estão sendo viabilizadas as construções de 38 novas escolas-padrão em 21 municípios do Amazonas, cujos investimentos somam aproximadamente R$ 90 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here