Governo do Amazonas entrega equipamentos agrícolas, de informática e escritório para 10 municípios

Logo-do-Governo-do-Estado-do-Amazonas
O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), vai entregar 50 equipamentos (agrícolas, de informática e de escritório) para fomentar a economia de 10 municípios do Amazonas, na próxima segunda-feira, 21 de dezembro, às 14h, na abertura da VI Feira Estadual de Economia Solidária – Cidade Solidária, na Arena Amadeu Teixeira (rua Lóris Cordovil, nº 243, Flores, zona centro-oeste).

 
Manaus, Nova Olinda do Norte, Parintins, Humaitá, Novo Aripuanã, Tabatinga, Benjamin Constant, Eirunepé, Carauari e Barcelos vão receber, de acordo com o benefício registrado de cada um, uma lancha com 20 lugares, banheiro e ar condicionado; duas máquinas beneficiadoras de café; cinco aparelhos de ar condicionado; 16 computadores completos; 10 impressoras de papel; nove datas show; oito mesas de escritório; 10 caixas amplificadoras de som com microfone; um televisor  de 42’; uma mesa de reunião e três no-breaks, oriundos de um convênio com a Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes) e dois contratos de repasse com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Caixa Econômica Federal (CEF) no valor total de R$ 264 mil.
 
Segundo a titular da Sejusc, Graça Prola, os equipamentos são para equipar os bancos comunitários de Manaus, que possuem moeda própria; o Fórum Estadual de Economia Solidária e agricultores que atuam nas comunidades rurais dos municípios beneficiados. “Vamos equipar esses beneficiários para fomentar a economia agrícola local e assim promover o desenvolvimento dessas comunidades com geração de mais empregos e renda”.
 
Sobre o evento – A VI Feira de Economia Solidária, Cidade Solidária vai acontecer de 21 a 23 de dezembro, sempre das 15h às 22h, na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira. A realização é do Governo do Estado, através da Sejusc e Setrab e o Fórum Estadual Amazonense de Economia Solidária (Faes).
 
No local serão comercializados legumes, verduras e frutas oriundos da agricultura familiar, artesanatos (biojoias, utensílios em cerâmica e indígena, produtos em marchetaria, roupas e acessórios), comidas típicas natalinas e regionais, e cosméticos. Além disso, haverá atrações culturais de música, dança e teatro. “Além de comprar produtos frescos e com preços mais em conta, é, também, uma ótima oportunidade para comprar os presentes de natal”, enfatiza, Graça Prola.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here