Infraestrutura

Governo avança com obras do Prosamin+ em trecho da avenida Tefé

FOTO: Tiago Corrêa / UGPE

O Governo do Estado, por intermédio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), avançou significativamente, nesta quarta-feira (08/09), com as obras de macro e microdrenagem do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), no leito do igarapé Mestre Chico, no trecho da avenida Tefé entre a avenida Duque de Caxias e a rua General Glicério, zona sul de Manaus.

O avanço se deu em um pequeno trecho da avenida Tefé, que foi interditada na metade do mês de agosto para a realização das obras de macro e microdrenagem. Atualmente, os operários estão realizando a construção da armação da galeria de macrodrenagem, assim como a fundação das obras de macrodrenagem em pedra rachão.

A intervenção também passa pela troca de solo, que é o procedimento de remoção de solo mole do local, a confecção de gradil metálico e o assentamento do piso de paver do estacionamento.

Mais lazer com o Prosamin+

A intervenção como um todo, no trecho do igarapé Mestre Chico, entre as avenidas Leonardo Malcher e Tarumã, prevê a construção de um novo parque urbano trazendo mais lazer e bem-estar para a população, que contará também com obras de esgotamento sanitário e macrodrenagem.

Além disso, serão construídas praças, academias ao ar livre, quadras multiuso e playground infantil, e serão realizadas a reposição da flora, plantio de mudas e paisagismo na área.

Segundo o coordenador executivo da UGPE, engenheiro civil Marcellus Campêlo, as obras do novo parque urbano do Prosamin+ irão contemplar o trecho entre as avenidas Leonardo Malcher e Tarumã, com quase 15 mil metros quadrados (m²).

“O novo parque do Prosamin+ vai beneficiar a população dos bairros da zona sul com novas áreas para prática esportiva e convívio social, quadras multiuso, playground infantil e muito mais. Foi determinação do governador Wilson Lima que resgatássemos essa obra e que beneficiássemos essas famílias, as que foram reassentadas pelo programa do leito do Mestre Chico e as que vivem no entorno do parque e que vão ganhar com a requalificação urbanística da área”, afirmou Campêlo.

Deixe um comentário