Governo do Amazonas implanta hemonúcleos no interior do Estado

hemoam-frente01O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam), está em processo de implantação de dois laboratórios de fracionamento de sangue, sendo um no município de Itacoatiara (a 176 quilômetros em linha reta de Manaus) e outro em Manacapuru (a 68 quilômetros da capital). Em Itacoatiara, o laboratório será implantado nas dependências do Hospital Regional José Mendes, unidade de saúde que possui uma agência transfusional. Já em Manacapuru, será no Hospital Geral do município, que também possui uma agência transfusional.

Segundo o diretor-presidente da Fundação Hemoam, Nelson Fraiji, em agosto deste ano, foram realizadas visitas técnicas aos dois municípios com o intuito de avaliar as condições de implantação dos laboratórios nas duas cidades. A equipe multidisciplinar do Hemoam, que acompanhou Fraiji nas visitas, emitiu parecer favorável após verificar os espaços das instituições onde os laboratórios funcionarão. A equipe multidisciplinar foi formada por técnicos do ciclo do sangue, um analista de sistema, um engenheiro eletricista e outros profissionais.

Para viabilizar a implantação dos dois laboratórios, foram firmadas parcerias entre a Fundação Hemoam e as prefeituras dos dois municípios, com o hemocentro cedendo os aparelhos que fracionam o sangue e as prefeituras disponibilizando as instalações. A Fundação Hemoam também ficará responsável pela capacitação dos técnicos e profissionais do município que trabalharão na captação de sangue.

O diretor-presidente informou que a implantação já está em andamento com expectativa de funcionamento a partir de janeiro de 2015. Os equipamentos para o processo de fracionamento do sangue estão adquiridos, aguardando apenas a adequação desses espaços em Manacapuru e Itacoatiara para entrarem em funcionamento e a capacitação dos profissionais que farão os atendimentos nos laboratórios foi iniciada em agosto deste ano, com a realização de estágios na Fundação Hemoam.

Unidades-polos – Para Fraiji, os laboratórios representarão um grande avanço para os cidadãos que moram no interior do Estado, pois essas cidades terão unidades-polos com capacidade técnica independente para atender sua população e os municípios vizinhos. “Até hoje, o sangue coletado nesses municípios vem a Manaus para fazer o processo de triagem e fracionamento. Eu não tenho dúvidas que a implantação desses laboratórios irá trazer autonomia para os municípios, expandindo o atendimento na sua região e aliviando o volume de trabalho em Manaus”, comentou.

Hemonúcleos – Para a chefe de Departamento das Unidades Hemoterápicas, Elba Clay, responsável pela gestão das unidades do interior, a intenção do Governo do Amazonas é estruturar toda a hemorrede do Estado, criando oito unidades-polos, com autonomia em coleta e fracionamento do sangue. Além de Itacoatiara e Manacapuru, a Fundação Hemoam pretende implantar hemonúcleos nos municípios de Tefé, Coari, Tabatinga, Parintins, Humaitá e São Gabriel da Cachoeira.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here