Governador Omar Aziz lança pedra fundamental do CT de Ginástica Artística e Rítmica Bianca Maia Mendonça

É um centro todo equipado e você pode pegar jovens do Amazonas e do Norte do Brasil para que possam treinar", afirmou Omar Aziz
É um centro todo equipado e você pode pegar jovens do Amazonas e do Norte do Brasil para que possam treinar", afirmou Omar Aziz
“É um centro todo equipado e você pode pegar jovens do Amazonas e do Norte do Brasil para que possam treinar”, afirmou Omar Aziz

O governador do Amazonas, Omar Aziz, assinou nesta quinta-feira (27), ao lado do vice-governador, José Melo, a ordem de serviço para o início da construção do Centro de Treinamento de Ginástica Artística e Rítmica Bianca Maia Mendonça. O novo complexo será instalado na Vila Olímpica de Manaus e vai ser usado para treinamento de atletas e realização de competições locais, nacionais e internacionais.

Uma apresentação de crianças que praticam ginástica artística e rítmica, com apoio do Governo do Estado, marcou a abertura da cerimônia de lançamento da obra de construção do CT, no auditório da Vila Olímpica. O evento contou com a presença da ginasta Bianca Maia Mendonça, das secretárias estaduais de Esportes, Alessandra Campelo, e de Infraestrutura, Waldívia Alencar, de atletas da modalidade e de dirigentes esportivos.

Omar Aziz e José Melo posam ao lado de crianças que praticam ginástica artística e rítmica, com apoio do Governo do Estado
Omar Aziz e José Melo posam ao lado de crianças que praticam ginástica artística e rítmica, com apoio do Governo do Estado

O novo CT de ginástica será um dos mais modernos do Brasil, com capacidade para realizar eventos oficiais e receber várias seleções simultaneamente. O complexo terá um total de 2.380 metros quadrados de área construída, com três espaços diferenciados para a prática da modalidade e arquibancada. Segundo o governador, a expectativa é potencializar as modalidades de ginástica artística e rítmica e se tornar referência no país para o treinamento de atletas e promoção de eventos oficiais.

“É um centro todo equipado e você pode pegar jovens do Amazonas e do Norte do Brasil para que possam treinar. É um complexo importante e, além de potencializar essa modalidade esportiva, é uma mostra do compromisso do Governo do Estado com o esporte”, afirmou o governador. O CT receberá investimentos de R$ 3.237.116,74. Os equipamentos serão doados pela Confederação Brasileira de Ginástica, por meio de um termo de cooperação assinado com o Governo do Amazonas.

Compromisso assumido pelo governador Omar Aziz depois que Bianca conquistou três medalhas de ouro com o conjunto brasileiro de ginástica rítmica nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011, o novo CT de Ginástica Rítmica e Artística será erguido na Vila Olímpica, ao lado da pista de atletismo, e servirá para preparação e aprimoramento das atletas do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA).

Omar disse afirmou que desde sua época de estudante acompanha a tradição da ginástica rítmica em Manaus nas competições escolares
Omar afirmou que desde sua época de estudante acompanha a tradição da ginástica rítmica em Manaus nas competições escolares

“O biotipo da mulher e do homem amazonense é muito propenso para termos bons ginastas e espero que o centro possa contribuir para desenvolver esse esporte tão bonito de se acompanhar. Quem assiste esse verdadeiro espetáculo fica muito feliz. Tendo uma campeã, como temos a Bianca, nada mais justo que estimular novas jovens para ter outras campeãs”, disse Omar Aziz, ressaltando que desde sua época de estudante acompanha a tradição da ginástica rítmica em Manaus nas competições escolares.

A expectativa é que o CT de Ginástica do Amazonas seja habilitado como um centro de aclimatação para as seleções que virão disputar os Jogos Olímpicos Rio 2016. A obra começa esta semana e a previsão de conclusão é para o final de setembro de 2014. A vencedora da licitação foi a Construtora Alcance.

Desenvolvimento de  talentos – Em carta enviada ao governador Omar Aziz, a Confederação Brasileira de Ginástica enalteceu a iniciativa do Governo do Estado e disse acreditar que o novo centro abrirá oportunidades para revelar novos talentos do Amazonas para o País. Emocionada durante o evento, a ginasta Bianca Maia disse que a construção do CT de Ginástica Rítmica e Artística é a realização de um sonho para os atletas da modalidade. Ela lembrou das dificuldades no início da carreira em Manaus. A jovem começou a treinar aos cinco anos e, sem espaço adequado, ocupava ginásios em diferentes escolas e “até cantos de quadras”, sempre com apoio dos pais.

“O sonho de qualquer atleta é ter um espaço preparado para o treinamento do esporte que pratica. Acredito que isso vai ajudar a ginástica a crescer muito. A gente tem muitos talentos e acho que agora teremos a chance de destacá-los. Daqui a um tempo estaremos colhendo o fruto desse trabalho”, disse a medalhista pan-americana, revelando que pretende treinar no CT e ajudar na preparação de outros atletas.

Com o início da obra do CT de Ginástica Rítmica e Artística, o Governo do Estado dá a largada na revitalização da Vila Olímpica. O investimento é de cerca de R$ 15 milhões e engloba a recuperação do parque aquático, da pista de atletismo, a construção de dois ginásios de luta e a recuperação do centro de atendimento ao atleta.

Trajetória de sucesso – A manauense Bianca Maia Mendonça, nascida em 18 de agosto de 1993, começou no esporte aos cinco anos, por influência dos pais, Sâmia Maia e Kleist Mendonça. Sâmia foi ginasta e ajudou a implantar a modalidade no Clube do Sesi no ano de 1998. Kleist foi atleta e técnico do voleibol e, atualmente, desenvolve a corrida de orientação. A primeira competição aconteceu em 1999, quando Bianca tinha seis anos. Foi o começo de uma carreira de glórias, pois a menina foi sagrou-se hexacampeã dos Jogos Escolares do Amazonas (2002 a 2007).

Em 2004, a ginasta entrou para o Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (Ctara). O grande salto aconteceu em 2005, quando Bianca foi descoberta pela técnica Giurga Nedialkova e foi selecionada para um estágio internacional na Bulgária. Lá, Bianca impressionou as treinadoras europeias, conquistando um terceiro lugar no aparelho arco durante o Torneio de Kyustandil. No ano de 2006, ela novamente viajou para a Bulgária, aprimorando a técnica nos aparelhos corda, arco, bola, maça e fita. Em 2007, Bianca começou a colher os louros da dedicação ao ficar entre as 10 melhores do Brasileiro Juvenil de Ginástica.

O primeiro chamado pela seleção brasileira aconteceu em 2009, quando ela foi reserva do conjunto nacional. Em 2010, Bianca foi vice-campeã das Olimpíadas Escolares, evento organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Em 2011, a glória absoluta. Bianca assumiu a vaga na seleção brasileira permanente de ginástica rítmica. Aos 17 anos, a amazonense disputou os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e o conjunto verde e amarelo conquistou três medalhas de ouro (bola, fita e arco).

Em 2012, Bianca sagrou-se campeã sul-americana com a seleção. Em 2013, a manauense brilhou junto com a seleção na Copa Mundo de Minsk (Rússia): um inédito bronze do conjunto brasileiro (três fitas e duas bolas). A partir daí, o Brasil entrou no grupo de elite da ginástica rítmica mundial. Em 2014, a amazonense passou a morar em Florianópolis (SC) e a competir no individual. Ela treina na equipe Adiee (Udesc) e trabalha para a disputa para a primeira etapa do Troféu Brasil, que acontece no mês de maio, em Aracaju.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here